Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33411
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCanavarro, Maria Cristina-
dc.contributor.advisorMoreira, Helena-
dc.contributor.authorCosta, Cátia Sofia Monteiro-
dc.date.accessioned2016-12-13T10:22:09Z-
dc.date.available2016-12-13T10:22:09Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/33411-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas e da Saúde), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbrapor
dc.description.abstractObjetivos: O presente estudo tem como principal objetivo explorar se a orientação de vinculação das mães (ansiedade e evitamento) está associada à parentalidade mindful, e se esta relação é mediada pelas dificuldades de regulação emocional e pelo stress percebido. Método: Foram incluídas 231 mães da população geral com um ou mais filhos com idade inferior a 18 anos. A amostra foi recolhida através de um protocolo disponibilizado online, constituído por quatro instrumentos de autorresposta: a escala de Experiências nas Relações Próximas-Estruturas Relacionais, a Escala de Stress Percebido, a Escala de Dificuldades na Regulação Emocional-Versão Breve e a Escala de Mindfulness Interpessoal na Parentalidade. Resultados: Encontrou-se um efeito indireto da ansiedade na parentalidade mindful através das dificuldades de regulação emocional e do stress percebido. Especificamente, verificou-se que níveis mais elevados de ansiedade estavam associados a níveis mais baixos de parentalidade mindful, através de maiores dificuldades de regulação emocional e níveis mais elevados de stress percebido. Observou-se também um efeito indireto do evitamento na parentalidade mindful, mas apenas através das dificuldades de regulação emocional. Conclusões: Os resultados encontrados sugerem que as dificuldades de regulação emocional e o stress percebido são boas variáveis explicativas da relação entre a (in)segurança da vinculação e a parentalidade mindful. Este estudo sublinha a importância dos programas de treino parental que promovam a parentalidade mindful, principalmente em pais com uma orientação de vinculação insegura, uma vez que esta se associa a estratégias mais desadaptativas de regulação emocional e maior stress percebido.por
dc.description.abstractObjectives: The presente study aimed to explore whether the attachment orientations of mothers (anxiety and avoidance) were associated with mindful parenting, through the dificulties in emotion regulation and perceived stress. Methods: The sample comprised 231 mothers from the general population with one or more child with less than 18 years old. The participants were recruited throught an online protocol and several completed four self-report instruments: the Experiences in Close Relationships—Relationship Structures Questionnaire, the Difficulties in Emotion Regulation Scale, the Perceived Stress Scale, and the Interpersonal Mindfulness in Parenting Scale. Results: Attachment anxiety was indirectely associated with mindful parenting through dificulties in emotion regulation and perceived stress. Specifically, higher levels of anxiety were associated with lower levels of mindful parenting, through greater dificulties in emotion regulation and greater perceived stress. In turn, attachment avoidance was linked with mindful parenting only through difficulties in emotion regulation. Conclusions: Our findings suggest that dificulties in emotional regulation and perceived stress are important mechanisms linking attachment orientations and mindful parenting. The current study highlights the importance of mindful parenting interventions, especially for parents with higher levels of attachment insecurity, since attachment orientations are associated with maladaptive strategies of emotion regulation and more perceived stress.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectAnsiedadepor
dc.subjectEvitamentopor
dc.subjectDificuldades de regulação emocionalpor
dc.subjectStress percebidopor
dc.subjectParentalidade mindfulpor
dc.titleA relação entre as orientações de vinculação e a parentalidade mindful em mães de crianças e adolescentes: o papel mediador das dificuldades de regulação emocional e do stress percebidopor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
degois.publication.titleA relação entre as orientações de vinculação e a parentalidade mindful em mães de crianças e adolescentes: o papel mediador das dificuldades de regulação emocional e do stress percebidopor
dc.peerreviewedyespor
thesis.degree.grantor00500::Universidade de Coimbrapor
item.grantfulltextopen-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
crisitem.advisor.researchunitCenter for Research in Neuropsychology and Cognitive Behavioral Intervention-
crisitem.advisor.orcid0000-0002-5083-7322-
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE MIP - Cátia Costa - 2016.pdf937.85 kBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 5

897
checked on Feb 18, 2020

Download(s) 50

215
checked on Feb 18, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.