Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33271
Title: Agenesia do terceiro molar e dimensões da arcada dentária num estudo transversal de quatro décadas: Contributo para uma análise evolutiva
Authors: Figueiredo, Sílvia Estefânia Dias 
Orientador: Wasterlain, Rosa Sofia da Conceição Neto
Proença, Heloísa Helena Filipe Alves
Keywords: Agenesia; Terceiro molar; Arcadas dentárias; Evolução
Issue Date: 2015
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Dentro das anomalias dentárias, a agenesia é a mais frequente, sendo os terceiros molares (M3) detentores dos valores mais elevados. Vários estudos procuram a etiologia da agenesia de M3, numa compilação de estudos genéticos, de morfologia esquelética e dentária. A agenesia poderá estar dependente do comprimento das arcadas dentárias, que se sabe estarem a diminuir ao longo da história evolutiva do Homem. Este estudo tem o objectivo de avaliar as dimensões (comprimento e largura) das arcadas dentárias ao longo de quatro décadas, investigar a prevalência de agenesias de M3 durante o mesmo período e estudar a relação entre esta e o comprimento dos quadrantes. Foram analisadas 271 ortopantomografias e 271 moldes dentários em gesso, pertencentes a pacientes de uma clínica dentária de Beja. Os indivíduos têm idades entre os 12 e os 40 anos, nascidos entre 1965 e 2003, tendo sido divididos por quatro décadas, de acordo com o seu nascimento. As ortopantomografias foram analisadas para a identificação de agenesias dentárias e os moldes dentários foram utilizados para a mensuração dos quadrantes dentários. Os dados foram tratados em SPSS, com recurso aos testes t de Student, Anova Univariada e Qui-quadrado. O comprimento e largura das arcadas apresentaram valores mais elevados para o sexo masculino, sendo estatisticamente significativos. O comprimento e a largura anterior aumentaram nos dois sexos ao longo das quatro décadas. Nos homens, a largura posterior diminuiu durante o período temporal analisado. A prevalência de agenesia de M3 na amostra é de 22,1%, mais frequente nas mulheres e na mandíbula. Os valores apontam para uma diminuição da primeira para a última década em estudo. Não foram encontrados resultados significativos na relação comprimento-agenesia de M3.
Within dental anomalies, agenesis is the most frequent, with third molars holding the highest values. Several studies search for the etiology of M3 agenesis, namely genetic, skeletal and dental morphology studies. This anomaly might be dependent on the length of the dental arch, known to be decreasing over time in the human evolutionary history. The present work aims to evaluate the jaw dimensions (length and width) in a period of four decades long, to assess the prevalence of M3 agenesis in the same period of time, and to study the relationship between agenesis and jaw length. Two hundred seventy-one orthopantomographies and 271 dental casts belonging to patients from a dental clinic in Beja were studied. Ortopantomographies were analyzed to identify dental agenesis and the dental casts were used to measure the quadrants. The individuals were aged between 12 and 40 years, born within the period of 1965 and 2003, being therefore divided in four decades. All data were analyzed in SPSS, using t-Student test, One-Way Anova and Chi-Square test. The jaw‟s length and width were significantly different in males and females, with men holding bigger dimensions. The length and anterior width increased in both sexes over the four decades. In men, the posterior width decreased during the analyzed time period. The prevalence of agenesis is 22.1%, most frequent in females and in the mandible. The data shows a decrease from the first to the last decade under study. There were no significant results in the relationship jaw length-M3 agenesis.
Description: FIGUEIREDO, Sílvia Estefânia Dias - Agenesia do terceiro molar e dimensões da arcada dentária num estudo transversal de quatro décadas: Contributo para uma análise evolutiva. Coimbra : [s.n.], 2015
URI: http://hdl.handle.net/10316/33271
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Sílvia Figueiredo MEBH.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

394
checked on Dec 4, 2019

Download(s) 20

1,017
checked on Dec 4, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.