Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32486
Title: Interações de porfirinas aniónicas com tensioativos catiónicos DDAB, DTAB e Geminis
Authors: Silva, Sara Filipa Guerreiro 
Orientador: Valente, Artur J. M.
Gomez, Marta Pineiro
Keywords: Química; Ambiente; Química orgânica; Porfirinas
Issue Date: Sep-2016
Citation: Silva, Sara Filipa Guerreiro / Interações de porfirinas aniónicas com tensioativos catiónicos DDAB, DTAB e Geminis
Abstract: O conhecimento do mecanismo e das diferentes propriedades envolvidas nas interações entre porfirinas aniónicas e tensioativos catiónicos é fundamental nas áreas que utilizam estas espécies, por exemplo na medicina, possibilitando a otimização dos processos já existentes ou mesmo o desenvolvimento de novas aplicações. O trabalho que deu origem a esta dissertação iniciou-se com a síntese de porfirinas aniónicas simétricas e assimétricas. A meso-tetrafenilporfirina foi sintetizada através de um método utilizando irradiação micro-ondas. Na síntese da 5,10,15,20-tetraquis(4-sulfonatofenil)porfirina de sódio e da 5,10,15,20-tetraquis(4-sulfonilfenil)porfirina utilizou-se como percursor a mesotetrafenilporfirina que sofreu uma reação de clorossulfonação seguida de hidrólise, permitindo a introdução de grupos aniónicos nas porfirinas. A síntese da porfirina assimétrica 5,10,15- tris(sulfonatofenil)-20-(3-aminofenil)porfirina de sódio realizou-se através da reação da mistura de aldeídos com pirrol sob irradiação micro-ondas e, posteriormente, a introdução dos grupos aniónicos através da reação de clorossulfonação seguida de hidrólise. A segunda parte desta dissertação, centrada na interação dos tensioativos brometo de didodecildimetilamónio, brometo de dodeciltrimetilamónio e geminis, 12-2-12 e 12-10-12, com as porfirinas sintetizadas foi estudada através de espetroscopia de Ultravioleta-Vísivel e emissão de fluorescência. O efeito da presença de porfirinas nas propriedades de micelização do tensioativo foi avaliado através de condutibilidade elétrica. O estudo da interação do sal de sódio das porfirinas 5,10,15,20-tetraquis(4- sulfonatofenil)porfirina de sódio e 5,10,15-tris(sulfonatofenil)-20-(3-aminofenil)porfirina em solução aquosa de baixa concentração com o tensioativo brometo de didodecildimetilamónio não revelou a formação de agregados porfirínicos nem a alteração significativa das propriedades espetroscópicas das porfirinas. Resumo XVI Na interação dos surfatantes brometo de dodeciltrimetilamónio, 12-10-12 e 12-2-12 com a 5,10,15,20-tetraquis(4-sulfonilfenil)porfirina observou-se a formação de agregados J e H, a neutralização da porfirina e a separação dos agregados. De entre os tensioativos estudados, o gemini 12-10-12, mostrou-se mais eficaz no processo de desagregação. Por último, recorreu-se à condutibilidade elétrica com o objetivo de avaliar de que forma a presença da 5,10,15-tris(sulfonatofenil)-20-(3-aminofenil)porfirina afeta as propriedades de micelização, como a cmc ou o grau de dissociação dos contra-iões na micela, do brometo de dodeciltrimetilamónio.
URI: http://hdl.handle.net/10316/32486
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DM Sara Silva.pdf3.8 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

102
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

94
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.