Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32147
Title: Evidências de osteoporose numa amostra Medieval/Moderna de Santarém
Authors: Vicente, Edilson Renato Fonseca 
Orientador: Curate, Francisco
Silva, Ana Maria
Keywords: Osteporose; Fraturas osteoporóticas; Densidade mineral óssea; Época medieval/moderna; Paleopatologia
Issue Date: 2015
Citation: VICENTE, Edilson Renato Fonseca - Evidências de osteoporose numa amostra Medieval/Moderna de Santarém. Coimbra : [s.n.], 2015. Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A osteporose é uma condição patológica que afeta o esqueleto humano e caracteriza-se pela diminuição da massa óssea e alteração da microarquitetura do tecido ósseo, tendo como consequências o aumento da fragilidade do osso e um elevado risco de fratura. No presente estudo foram analisados 40 indivíduos, 20 do sexo masculino e 20 do sexo feminino, que pertenciam a uma amostra medieval/moderna, recuperados de uma necrópole localizada no Largo Cândido dos Reis, em Santarém. O objetivo primário da presente investigação é a avaliação da osteoporose na amostra osteológica seleccionada, designadamente o estudo da sua prevalência e o estabelecimento do padrão de perda de massa óssea. Pretende-se igualmente avaliar a associação entre densidade mineral óssea e fraturas osteoporóticas. Por fim, pretende-se comparar os dados paleoepidemiológicos da amostra alvo de estudo com outras amostras arqueológicas portuguesas e estrangeiras. O conjunto dos dados recolhidos durante o estudo serviu para análise da densidade mineral óssea no fémur proximal e das fraturas de fragilidade no úmero proximal, no rádio distal e nas vértebras. Os valores da densidade mineral óssea (DMO) foram obtidos através da densitometria (DXA), onde foram mensuradas as regiões de interesse “colo” e “anca total”. Adicional foi recolhido um conjunto de dados métricos no fémur. A DMOcolo e DMOanca total é significativamente menor no sexo feminino (0,796; 0,869) quando comparada com a do sexo masculino (0,940; 1,087). O valor médio da DMOcolo nas mulheres pertencentes ao grupo etário 30-49 anos (0,847) é superior ao das mulheres do grupo etário 20-29 anos (0,708). A DMOanca total nos indivíduos do sexo feminino da faixa etária 30-49 (0,925) anos é significativamente mais elevada do que nas mulheres do grupo etário 20-29 (0,772). No caso dos indivíduos do sexo masculino verificou-se que as diferenças dos valores médios da DMOcolo e DMOanca total entre classes etárias não apresentam diferenças estatisticamente significantes (DMOcolo: [20-29]=0.961; [30-49]=0,930/ DMOanca total: [20-29]=1,093; [30-49]=1,083). A prevalência de fraturas osteoporóticas registada na amostra é baixa, tendo sido apenas identificada uma fratura no rádio distal (fratura de Colles). Não parece haver qualquer relação da DMO ou da idade à morte com a ocorrência desta fratura.
Osteoporosis is a pathological condition affecting the human skeleton and is characterized by decreased bone mass and altered bone tissue microarchitecture of that which increases bone fragility and the risk of fracture. The present study examined 40 subjects, 20 males and 20 females, that belonged to a medieval / modern sample recovered from a necropolis located in Largo Cândido dos Reis, in Santarém. The primary objective of this study is the assessment of osteoporosis from the selected osteological sample, namely the study of its prevalence and the default setting of bone loss. It also seeks to evaluate the association between bone mineral density and osteoporotic fractures. Finally, we intend to compare the paleoepidemiological data of the sample study target with other Portuguese and foreign archaeological samples. All the data collected during the study served for analysis of bone mineral density in the proximal femur and fragility fractures in the proximal humerus, the distal radius and the vertebrae. The values of the bone mineral density (BMD) were obtained by densitometry (DXA), which were measured regions of interest "neck" and "total hip". Additional was taken in a set of metric data in the femur. The BMDneck and BMDtotal hip BMD is significantly lower in females (0,796; 0,869) compared to males (0,940; 1,087). The average BMDneck in women belonging to the age group 30-49 years (0,847) is higher than that of women in the age group 20- 29 years (0,708). A BMDtotal hip in females of age 30-49 (0,925) is significantly higher than in women of the age group 20-29 (0,772). For males it was found that the differences in average values of BMDneck and BMDtotal hip between age groups have no statistically significant differences (BMDneck: [20-29] = 0,961; [30-49] = 0,930 / BMDtotal hip: [20-29] = 1,093; [30-49] = 1,083). The prevalence of osteoporotic fractures recorded in the sample is low, being only identified a fractured distal radius (Colles' fracture). There seems to be no relationship of BMD or age to death with the occurrence of fracture.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/32147
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 10

709
checked on Sep 10, 2019

Download(s) 50

241
checked on Sep 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.