Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32039
Title: O “peso” das brincadeiras Associação entre a existência e distância de parques infantis na zona residencial das crianças e os seus níveis de obesidade na cidade de Coimbra
Authors: Dias, Andreia Sofia Roque 
Orientador: Padez, Cristina
Keywords: Actividade física; Parques infantis; Obesidade infantil; Brincar; Ambiente construído
Issue Date: 2012
Citation: DIAS, Andreia Sofia Roque - O “peso” das brincadeiras Associação entre a existência e distância de parques infantis na zona residencial das crianças e os seus níveis de obesidade na cidade de Coimbra. Coimbra : [s.n.], 2012. Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A obesidade infantil é, presentemente, um problema de saúde pública causada por vários factores como a alimentação hipercalórica e o sedentarismo, entre outros. Este sedentarismo pode ser explicado através do planeamento urbanístico uma vez que os centros urbanos se tornaram locais “desumanizados” cujo acesso apenas é feito através de um meio de transporte. Tudo isto colocou em causa a segurança das brincadeiras que antigamente eram feitas na rua. Os parques infantis surgiram, então, como opção a todas estas restrições. O principal objectivo deste estudo foi verificar se existia uma associação estatisticamente significativa entre a existência e distância aos parques infantis das zonas residenciais das crianças e os seus níveis de obesidade. Neste estudo foram utilizados dados obtidos através de um questionário sociodemográfico que faz parte do projecto PTDC/SAU-ESA/70526/2006. Neste foram observadas 932 crianças da cidade de Coimbra com idades entre os 2 e os 12 anos, 449 eram meninos e 483 eram meninas. Foram também avaliados, através de um trabalho etnográfico, os parques infantis na cidade de Coimbra (quer as infra-estruturas quer a sua envolvência) e foram feitos questionários a 306 adultos que acompanhavam as crianças ao parque infantil para se avaliar quais os factores que estão relacionados com a frequência do mesmo. Foram também feitas duas entrevistas a Presidentes de Juntas de Freguesia (Santa Clara e Sé Nova) da cidade de Coimbra. Não foram encontradas associações estatisticamente significativas entre a presença ou a proximidade do parque infantil da zona habitacional da crianças e a obesidade (p>0.05). Verificou-se que para a maioria dos adultos que levam a criança ao parque, a segurança, quer dos equipamentos, quer da envolvência (73.3%) é o principal factor na utilização dos mesmos. No que diz respeito à avaliação global dos parques infantis, 22.5% foram considerados maus, 37.5% médios e 40% bons. Não foram encontradas associações estatisticamente significativas entre as variáveis estudadas e, verificou-se que a segurança é o factor de maior importância no que diz respeito à frequência dos parques infantis na cidade de Coimbra.
Childhood obesity is now a public health problem caused by several factors such as sedentary lifestyles, the built environment among others. Therefore the main objective of this study was to determine whether there was a statistically significant association between the presence and distance from the residential areas of playgrounds for children and their levels of obesity. This study used data that was obtained from a sociodemographic questionnaire which is part of the project PTDC/SAU-ESA/70526/2006. In 932 children that were observed in the city of Coimbra between 2 to 12 years, 449 were boys and 483 were girls. It was also evaluated through an ethnographic work, the playgrounds in the city of Coimbra (either infrastructure or its surroundings) and were made 306 questionnaires to the adults that accompanied the children to the playground to evaluate which factors are related to the same frequency. We also made two interviews with the presidents of parish councils (Santa Clara and Sé Nova) from the city of Coimbra. There were no statistically significant associations between the presence or proximity of the playground with the residential area of children and their obesity (p> 0.05). It was found that for most of the adult carrying the child to the park, the safety both of the equipment, or the surroundings (73.3%) was the main factor in the use thereof. As regards the overall assessment of playgrounds, 22.5% were considered bad, average 37.5% and 40% good. There were no statistically significant associations between the variables that were studied in the city of Coimbra and was verified that safety is the factor of greatest importance with regard to the frequency of playgrounds.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida
URI: http://hdl.handle.net/10316/32039
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE.pdf3.3 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

552
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

62
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.