Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31997
Title: Metodologia de estimativa da idade à morte pela clavícula :uma abordagem Bayesiana
Authors: Vicente, Ricardo Filipe Mendes Belo 
Orientador: Oliveira, Paulo
Cunha, Eugénia
Vieira, Duarte Nuno
Keywords: Medicina legal; Antropologia forense; Determinação da idade pelo esqueleto
Issue Date: 2012
Abstract: Uma amostra composta por 158 clavículas (85 Femininas, 73 Masculinas) provenientes da Colecção de Esqueletos Identificados do Museu Antropológico da Universidade de Coimbra (n = 105) e da Colecção de Esqueletos Identificados do Museu Bocage – Lisboa (n = 53) – foi estudada com o intuito de ser criada uma nova metodologia de estimativa de idade à morte através da quantificação da evolução do processo de união da epífise medial à diáfise da clavícula. Os objectivos do estudo passaram pela criação de uma metodologia capaz de responder às necessidades actuais da Antropologia Forense, no que à estimativa da idade à morte diz respeito, e também por aplicar aos dados recolhidos várias abordagens estatísticas já utilizadas em estudos distintos (Regressão linear, Calibração Clássica) e introduzir uma nova (Regularização local sem e com distribuição marginal conhecida). Desta forma pudemos compreender, através da comparação dos resultados, qual a melhor abordagem estatística ao tratamento deste tipo de dados. Foi ainda criado um modelo através de uma sub-amostra retirada da nossa amostra inicial composta apenas por 19 indivíduos com o intuito de testar o comportamento da nova abordagem estatística quando aplicada a amostras de tamanho reduzido. A análise preliminar dos dados recolhidos permitiu verificar que o primeiro indivíduo a concluir o processo de união da epífise à diáfise em estudo era do sexo feminino e tinha 23 anos, sendo que toda a amostra já tinha o processo de união concluído aos 28 anos de idade. Dos 5 modelos criados o que mostrou resultados mais promissores foi o modelo tratado com a Regularização local com distribuição marginal conhecida, permitindo estimar a idade com uma grau de certeza de 100% na resposta dada e ainda associando aos intervalos etários uma probabilidade de o indivíduo em análise se encontrar nos respectivos grupos etários. Este tipo de resposta vem trazer uma maior credibilidade à análise do perito perante uma entidade judicial, à imagem do que acontece noutras áreas da ciência forense, como a Genética, por exemplo. Outro resultado de salientar refere-se ao comportamento do método de Regularização local com distribuição marginal conhecida quando aplicado à amostra reduzida, tendo os resultados ficado muito acima da expectativa, dando-nos este modelo um grau de credibilidade de 89%. ix Este estudo teve também como objectivo realçar algumas questões que podem introduzir erro tanto na criação de metodologias de estimativa da idade à morte como na sua aplicação e sugerir algumas soluções para as mesma
In this study, we sought out to develop a new methodology age at death estimation through the quantification of the process of union between the medial epiphysis and diphase of the clavicle. A sample comprised by 158 clavicles (85 females, 73 males) from the Collection of Identified Skeletons of the Anthropological Museum of the University of Coimbra (n = 105) and from the Collection of Identified Skeletons of Museu Bocage – Lisbon – (n = 53) was used for this purpose. Also, we aimed to test in our sample several statistical approaches that have been used across different studies (Linear Regression, Classical Calibration) and also a new one (Local smoothing without and with given margins). We compared the results of these different statistical methodologies in order to understand which method would be more suitable for this type of data. Furthermore, from a subsample of 19 individuals selected from the original sample, we created a model to test the performance of the new statistical approach when applied to small samples. A preliminary analysis of the data showed that the first individual to conclude the process of union between the epiphysis and diphase was a 23 year old female, and that the whole sample had this process concluded by the age of 28. From the 5 models created, the model with Local smoothing with given margins showed the best results, allowing to estimate age at death with 100% certainty. Also, it allowed us to associate a probability to age intervals of an individual being in the age groups. We believe this brings more credibility to the expert analysis in forensic contexts, as it occurs in other areas of forensic sciences, such as Genetics. Another important result refers to the performance of the Local smoothing with given margins method when applied to the reduced sample, providing a degree of credibility of 89%, which was above our expectations. This study also aimed to highlight several questions that might bring error in the development of methodologies to estimate age at death or in their application, and to suggest possible solutions.
Description: Dissertação de mestrado em Medicina (Medicina Legal e Ciências Forenses), apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31997
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese - Ricardo Vicente.pdf3.32 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

563
checked on Jun 3, 2020

Download(s) 50

539
checked on Jun 3, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.