Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/31970
Title: Hallux rigidus : abordagens terapêuticas
Authors: Carvalho, André Miguel Rosa 
Orientador: Judas, Fernando João Monteiro
Mariano, João Miguel de Morais Cura
Keywords: Ortopedia; Hallux rigidus
Issue Date: 2015
Abstract: O hallux rigidus – principal patologia degenerativa da articulação metatarso falângica – é uma condição patológica com sérias implicações sintomáticas, resultantes em limitações na marcha e diminuição de actividades de vida diária dos indivíduos. A sua fisiopatologia não está ainda bem estabelecida, no entanto considera-se que a lesão inicial ocorra na cartilagem, evoluindo posteriormente para sinovite e para uma intensa destruição cartilaginosa, proliferação osteofítica marcada e lesão no osso subcondral. Os sintomas são caracterizados principalmente por artralgias e restrição do movimento da articulação MTF, sendo característica a incapacidade de dorsiflexão do hallux. O tratamento padrão desta patologia passa por uma abordagem não cirúrgica e cirúrgica. Numa primeira instância, o tratamento não cirúrgico pode melhorar drasticamente a condição clínica, quer pela utilização de ortóteses, modificações no calçado ou através de injecções de corticóides. Para o tratamento cirúrgico, existe uma panóplia de opções tais como a queilectomia, diferentes tipos de osteotomias, artroplastias (com ou sem implante) e artrodese. Está indicado quando o tratamento não cirúrgico não é suficiente para aliviar os sintomas, variando o tipo de cirurgia de acordo com o grau da patologia. De uma maneira simplificada a queilectomia e a osteotomia estão preferencialmente indicadas para os graus I e II, enquanto a artroplastia e a artrodese estão mais indicadas em graus III e IV. Este trabalho visa reunir e dar a conhecer várias formas de tratamento do hallux rigidus, demonstrando de uma forma didáctica as suas potencialidades no alívio desta condição clínica.
Hallux rigidus – the main metatarsal phalangeal degenerative joint disease – is a pathological condition with serious symptomatic implications, which result in limitations in gait and decrease in the daily life activities of individuals. Its pathophysiology is not yet well established, however the initial injury is considered to occur in the cartilage, later evolving to synovitis and to a severe cartilage destruction, intense osteophytic proliferation and subchondral bone injury. The symptoms are mainly characterized by arthralgia and movement join restriction of the MTF, characterized by the impossibility of the hallux dorsiflexion. The standard treatment of this condition involves a non-surgical and surgical approach. In the first instance, the non-surgical treatment can dramatically improve the clinical condition, either by the use of orthoses, changes in footwear or by corticosteroid injections. For surgical treatment, there is a range of options such as cheilectomy, different types of osteotomies, arthroplasty (with or without implant) and arthrodesis. It’s indicated when the non-surgical treatment isn’t enough to relief the symptoms, varying the kind of surgery according to the degree of pathology. In a simplified way, cheilectomy and osteotomy are preferably suitable for grades I and II, while arthroplasty and arthrodesis are most appropriated in grades III and IV. This work aims to gather and post all forms of the hallux rigidus's treatment, showing in a didactic way its potential on the relief of this clinical condition.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Ortopedia), apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/31970
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese final André C.pdf493.98 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 1

2,933
checked on May 14, 2024

Download(s) 5

4,196
checked on May 14, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.