Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31668
Title: What prones adolescents to act assertively:the social information processing in assertiveness
Authors: Mendes, Mariana Ribeiro de Matos 
Orientador: Rijo, Daniel Maria Bugalho
Vagos, Paula
Keywords: Processamento de informação social; Assertividade
Issue Date: 2015
Serial title, monograph or event: What prones adolescents to act assertively:the social information processing in assertiveness
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O objetivo do presente estudo prende-se na compreensão dos diferentes passos do processamento de informação social que está na base do comportamento assertivo durante a adolescência. Tendo como conceptualização teórica o Modelo de Processamento de Informação Social (SIP), explorámos o valor preditivo sequencial das etapas do SIP nas respostas assertivas, numa amostra de adolescentes retirada da comunidade e por recurso a modelos de equações estruturais. O modelo foi testado separadamente para rapazes e raparigas. Os principais resultados revelam que todas as respostas assertivas são preditas por atribuições de intenção neutras. Além disso, atribuições hostis predizem a assertividade quando mediadas por emoções como a zanga ou a tristeza. A vergonha teve um efeito mediador negativo entre atribuições hostis e a assertividade. A avaliação de resposta, preconizada como um dos antecedentes do comportamento social, não se mostrou preditora da resposta assertiva, apenas para os rapazes a avaliação antecedeu a escolha de uma resposta assertiva, por intermédio da emoção tristeza. Ao abordar o processo cognitivo e emocional subjacente ao comportamento assertivo, este estudo revela-se inovador e contribuiu para um maior entendimento do Modelo de Processamento de Informação Social no comportamento assertivo de adolescentes, particularmente pelas diferenças de género encontradas.
The purpose of the present study is to understand the different steps of social information processing beyond assertive behavior during adolescence. Having as theoretical framework the model of Social Information Processing, we explored the predicted role of SIP steps on assertive responses, in a sample made of adolescents, using a model of sctrutural equations. The model was tested separately for girls and boys. The main results suggested that neutral attributions predict assertive responses. Hostile attributions predict assertive responses when mediated by anger and sadness. Shame was the single negative mediator between assertiveness and hostile attributions. Evaluation of response did not have the main effect in anticipating social behavior and only boys evaluated the convenience of acting assertively, when sad. In this sudy we approached the cognitive and emotional process that underlies assertive behavior, adding to a better undersating of Social Information Process, especially because of the gender differences we found.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas e Saúde) apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31668
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Mariana Mendes.pdf537.62 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

413
checked on Nov 20, 2019

Download(s)

113
checked on Nov 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.