Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31533
Title: Representações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de enfermeiros e assistentes sociais:estudo exploratório
Authors: Silva, Sónia Cristina Torres de Oliveira e 
Orientador: Carvalho, Maria Madalena de
Keywords: Representações sociais; Profissionais de saúde
Issue Date: 2015
Keywords: Representações sociais; Profissionais de saúde
Issue Date: 2015
Abstract: O presente estudo tem como objetivos primordiais analisar as representações sociais da violência entre parceiros íntimos numa amostra de enfermeiros e assistentes sociais e investigar a influência da idade, do estado civil, dos anos de serviço, bem como o impacto das formações em torno da presente problemática na elaboração das suas crenças. Neste sentido, administrámos um protocolo de investigação a uma amostra de 139 sujeitos (63% enfermeiros e 37% assistentes sociais), que contemplava um Questionário Sociodemográfico e Dados Complementares, as Escalas de Táticas de Conflito Revisadas (The Revised Conflict Tactics Scales - CTS-2), versão portuguesa de Alexandra e Figueiredo (2006), o Questionário de Violência Conjugal – Histórias (QRVC-HIS) (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo, 2007) e o Questionário de Violência Conjugal – Causas, Manutenção e Resolução (QVC-CMR) (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo, 2007).Os resultados obtidos espelham uma baixa legitimação dos profissionais de saúde em relação à violência nas relações íntimas. Relativamente à formação acerca da violência nas relações íntimas, verificámos que 60.4% nunca teve formação sobre esta problemática embora 89.9% considere a mesma importante. Em síntese, os resultados obtidos remetem para a necessidade de investir na formação dos profissionais de saúde, no âmbito da violência nas relações íntimas, desmistificando as crenças que legitimam e/ou banalizam a violência, ao mesmo tempo que se aumenta a prevenção a fim de que, na sua prática, estes profissionais possam atuar de forma adequada em termos da intervenção.
This study has as main objectives to analyze the social representations of intimate partner violence in a sample of nurses and social workers and investigate the influence of age, marital status, years of service, as well as the impact of formations around this problem in drawing up their beliefs. In this sense, we administered a research protocol to a sample of 139 subjects (63% nurses and social workers 37%), which included the Sociodemographic Questionnaire and Supplemental Data, the Revised Conflict Tactic Scales (CTS-2), portuguese version of Alexandra and Figueiredo (2006), the Conjugal Violence Questionnaire - Stories (QRVS-HIST) (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo 2007) and the Conjugal Violence Questionnaire - Causes, Maintenance and Resolutions (QVC – CMR) (Alarcão, Alberto, Correia & Camelo 2007). The results reflect a low legitimacy of health professionals in relation to violence in intimate relationships. As regards the education on violence in intimate relationships, we found that 60.4% never had training on this issue while 89.9% consider it important. In summary, the results indicate the need to invest in the education of health professionals, on violence in intimate relationships, demystifying beliefs that legitimize and / or trivialize violence, while increasing the prevention to that, in its practice, these professionals can act appropriately in terms of intervention.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Psicoterapia Sistémica e Familiar), apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/31533
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Sónia Cristina T. O. Silva.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

469
checked on Aug 13, 2019

Download(s)

77
checked on Aug 13, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.