Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31527
Title: Memórias figueirenses. Estudo paleoantropológico de um ossário exumado da igreja matriz de São Julião da Figueira da Foz
Authors: Pinto, Rodrigo José Simões 
Orientador: Silva, Ana Maria
Keywords: Ossário de S. Julião; Igreja Matriz; Figueira da Foz; Estudo paleoantropológico; Análise paleodemográfica; Análise morfológica; Análise paleopatológica
Issue Date: 2012
Citation: PINTO, Rodrigo José Simões - Memórias figueirenses. Estudo paleoantropológico de um ossário exumado da Igreja Matriz de São Julião da Figueira da Foz - Coimbra : [s.n.], 2012. Dissertação de Mestrado em Biologia Humanas
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A cidade da Figueira da Foz, bastante rica em marcos históricos, foi habitada desde os tempos pré-históricos (Paleolítico – Idade do Ferro) e apresentou, desde esses tempos remotos, uma forte ligação à foz de um rio, o rio Mondego e ao mar, o que constituiu uma fonte abundante de recursos. Os restos osteológicos constituem uma fonte de informação sobre as populações da antiguidade e, deste modo, possibilita fazer-se inferências sobre o seu modo de vida e aceder a uma imagem quase “real” das populações pretéritas. Com o presente trabalho de investigação, pretendemos caracterizar uma população osteológica, proveniente do Largo Padre Arménio Marques, localizado nas traseiras da Igreja Matriz de São Julião, da Figueira da Foz, contribuindo para um melhor conhecimento desta população. Com esse objectivo, realizou-se um estudo paleoantropológico, com base em processos de análise do ponto de vista demográfico, morfológico e patológico da amostra em estudo, recorreu-se a observações macroscópicas e a métodos métricos e fotográficos e tendo sido aplicadas metodologias específicas para este efeito. Contudo, alguns parâmetros do estudo foram condicionados, devido ao elevado grau de fragmentação do material. Os resultados obtidos permitem-nos concluir que a amostra é constituída por um número mínimo de cento e setenta e sete indivíduos, dos quais, 93 % são adultos (165/177) e 7 % (12/177) são não adultos. Das peças ósseas que permitiram a análise paleodemográfica, trinta e quatro pertencem a indivíduos do sexo masculino e vinte e oito a indivíduos do sexo feminino. A maior fracção dos indivíduos adultos terá morrido entre os vinte cinco e mais de sessenta anos, enquanto nos não adultos, verificou-se um maior número de mortes entre os quinze e os dezanove anos. Da morfologia do material ósseo obteve-se um grande número de ossos e fragmentos robustos. Os fémures e as tíbias presentes apresentaram valores discordantes em relação ao índice de achatamento. Os indivíduos presentes na amostra apresentavam uma estatura mediana, com uma média de 1,65 metros para o sexo masculino e de 1,58 metros para o sexo feminino. O estudo paleopatológico revelou um maior número de casos, em que se constataram situações de patologia oral, traumática, infecciosa (de cariz específico e não específico) e neoplásica. Procurou-se, ainda, sempre que possível, realizar uma comparação dos resultados obtidos com séries coevas, para uma melhor compreensão. Este trabalho contribui, para além da caracterização, para o conhecimento e compreensão da população exumada do Ossário de S. Julião, da Figueira da Foz.
The city of Figueira da Foz, very rich in historical landmarks, has been inhabited since prehistoric times (Paleolithic - Iron Age) and presented, since those remote times, a strong connection to the mouth of a river, the river Mondego and to the sea, which was an abundant supply of resources. The osteological remains represent a source of information on the populations of antiquity and thus allow making inferences about their way of life and access to an image almost "real" of people from the past. As this research work, we intend to characterize an osteological population, from the Largo Padre Arménio Marques, located at the rear of the Igreja Matriz de São Julião in Figueira da Foz, contributing to a better understanding of this population. To this end, we carried out a paleoanthropologic study, with a demographic analysis, a morphological and pathological study of the sample, using macroscopic and metric observations as photographic methods. Specific methodologies were also applied. However, some parameters of the study were conditioned due to the high degree of fragmentation. The results obtained allow us to conclude that the sample consists of a minimum one hundred and seventy-seven individuals, of whom 93% are adults (165/177) and 7% (12/177) are children. From the osteological material, the paleodemographic analysis showed that thirty-four belong to males and twenty-eight to females. The largest fraction of adults have died between twenty five and more than sixty years, while in non-adult, there was a greater number of deaths between fifteen and nineteen years. The morphologic study revealed a large number of robust bones. The femurs and tibias were present values differ significantly from the rate of flattening. Individuals in the sample had an average height, with an average of 1.65 meters for males and 1.58 meters for females. From the pathological point of view, should be highlighted a large number of oral pathology, traumatic, infectious (specific and non-specific nature) and neoplasic situations. It was attempted to compare, whenever it was possible, the results obtained with others studies, for a better understanding. This work contributes, in addition to the characterization, to the knowledge and understanding of people exhumed the São Julião Ossuary, in Figueira da Foz.
Description: Dissertação de Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31527
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Mestrado Rodrigo Pinto.pdf64.31 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

91
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

98
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.