Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30932
Title: Qualidade da consulta de medicina geral e familiar percebida pelo utente e pelo médico
Authors: Amaral, Ricardo José Cardoso do 
Orientador: Caniço, Hernani Pombas
Santiago, Luiz Miguel
Keywords: Cuidados primários de saúde; Médicos; Doentes
Issue Date: 2015
Abstract: A qualidade dos Serviços de Saúde e da consulta médica tem vindo a ser analisada por múltiplos trabalhos de investigação, tendo conduzido a alterações nos modelos de saúde. A satisfação do utente é um reflexo da qualidade dos Serviços de Saúde, devendo ser monitorizada e consequente na alteração dos problemas identificados. A Medicina Geral e Familiar (MGF) é a forma mais acessível dos cuidados de saúde, tendo como princípios base a horizontalidade, equidade e universalidade, sendo por isso particularmente importante na avaliação da qualidade dos cuidados de saúde. Neste trabalho, tendo como objetivo conhecer o nível da satisfação geral dos utentes com a consulta e se os médicos são capazes de avaliar corretamente a satisfação dos utentes com a consulta, utilizou-se um questionário validado de 11 itens, aplicado no final das consultas de Medicina Geral e Familiar a médicos e utentes. Numa amostra de n=127 pessoas (88,0% dos questionários distribuídos), maioritariamente do sexo feminino (59,4%), ativa profissionalmente (56,3%), e com formação considerada elevada para 50,8%, os resultados demonstraram que os utentes estão satisfeitos com as consultas de MGF e que os médicos subavaliam a satisfação dos utentes sendo a comparação entre respostas de consulentes e médicos de pior resultado para os médicos com elevado significado estatístico. É de salientar os consulentes considerarem o equipamento do consultório como o aspeto mais fraco. Outros estudos devem ser feitos para confirmar os resultados e identificar possíveis causas para a subavaliação da satisfação dos utentes por parte dos médicos
The quality of health service and medical consultation have been exploited by multiple research work which has led to changes in health models. The user satisfaction is a reflection of the quality of health services, therefore should be monitored and be consequent in the change of the identified problems. The General Practice is the most accessible form of health care, with the basic principles of horizontality, equity and universality, so it is particularly important in assessing the quality of health care. In this work, having as goals to know the user general satisfaction level with the consultation and if doctors are able to correctly evaluate users satisfaction with the consultation we used a validated questionnaire of 11 items which was applied at the end of the consultations to both family medicine doctors and users. In a sample of n=127 patients (88% of the distributed questionnaires), the majority of the female gender (59,4%), active (56,3%), and with education level considered high for 50,8%, the results showed that users are satisfied with family medicine consultations and that doctors understate user satisfaction, being the answers of users and doctors comparison of worst result for doctors with high statistical significance. It should be noted that users considered the office equipment as the weakest aspect. Other studies should be done to confirm the results and identify possible causes for the understatement of user satisfaction by physicians.
Description: Trabalho final de mestrado integrado em Medicina (Medicina Geral e Familiar), apresentado á Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/30932
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Ricardo Amaral.pdf614.76 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

727
checked on Jan 21, 2020

Download(s) 20

1,036
checked on Jan 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.