Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/30000
Title: Alertas do OEDT: De Mensagens a Bases de Dados
Authors: Antunes, Maria Teresa de Alcântara Dias 
Orientador: Rodrigues, João
Serra, Elisa
Keywords: Química Forense; Química; Direito; Substâncias psicoactivas; Espectros de massa; Química analítica
Issue Date: Jun-2015
Citation: Antunes, Maria Teresa de Alcântara Dias / Alertas do OEDT: De Mensagens a Bases de Dados
Abstract: As Novas Substâncias Psicoativas (NSP) estão inseridas numa problemática atual. Estas surgiram principalmente para concorrer com as drogas clássicas com a grande vantagem de, muitas das vezes, não serem abrangidas por nenhum enquadramento legal. São vendidas no mercado como «legal highs», apresentando denominações como «bath salts», «research chemicals», «plant feeder», o que frequentemente induz o consumidor em erro. Estas «novas drogas » têm o objetivo de provocar no ser humano os mesmos efeitos das drogas sujeitas a restrições legais como o LSD, morfina, cocaína, entre outros. A ausência de testes rápidos, de padrões e de métodos analíticos validados constitui um grande obstáculo, na medida que se torna difícil a deteção e identificação destas drogas. Como a maioria destas «novas» substâncias são de síntese fácil, não necessitando de conhecimentos técnicos muito diferenciados nem de laboratórios especializados, são rapidamente colocadas no mercado, escapando ao controlo legal. Por estas razões, seria vantajosa a existência de uma ferramenta que permitisse a identificação de NSP em tempo útil, recentemente notificadas, para uma melhor resposta a nível legal. O trabalho descrito nesta dissertação teve como objetivo principal a criação de uma biblioteca de espetros de massa, a EMCDDA, que pudesse auxiliar a pesquisa de substâncias psicoativas nos diferentes exames de rotina do LPC-PJ, utilizando a técnica de GC-MS. Nesta biblioteca foram inseridos cerca de 91 espetros de massa correspondentes a novas substâncias psicoativas, recentemente notificadas. A EMCDDA foi validada e testada. Numa primeira fase, procedeu-se à validação da biblioteca com amostras cujos resultados já eram conhecidos e, numa segunda fase, a biblioteca foi testada com amostras desconhecidas, das quais não havia qualquer informação acerca do seu conteúdo. A biblioteca EMCDDA correspondeu às expetativas inicialmente criadas na medida em se verificou concordância e coerência nos resultados, o que é indicador de uma boa capacidade de resposta.
URI: http://hdl.handle.net/10316/30000
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Química - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DM_Maria Antunes.pdf29.26 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

271
checked on Jun 3, 2020

Download(s) 50

339
checked on Jun 3, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.