Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/29007
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAntunes, Filipe-
dc.contributor.authorCardoso, Rui André Gonçalves-
dc.date.accessioned2015-07-16T11:21:54Z-
dc.date.available2015-07-16T11:21:54Z-
dc.date.issued2015-07-
dc.identifier.citationCardoso, Rui André Gonçalves /Polímeros para estabilização de suspensões e hidrofobização de superfíciespor
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10316/29007-
dc.description.abstractAtualmente, é fulcral atingir elevados padrões de qualidade na indústria, nomeadamente, ao nível da performance de engenharia de produtos e de resultados finais de modo a satisfazer da melhor forma possível o consumidor final. Em várias aplicações, os polímeros hidrofobicamente modificados (HMPs) são de extrema relevância permitindo um controlo reológico eficiente e a formação de filmes robustos, entre outras possibilidades. Este trabalho foca a caracterização de sistemas com HMPs, essencialmente sob esses dois prismas: o seu comportamento reológico e a sua capacidade em formar filmes. Nesse âmbito, tentou-se inicialmente entender a influência da arquitetura de uma família de HMP no seu comportamento reológico e, com isso, avaliar a sua capacidade como agente espessante e estabilizador de formulações. As diferenças de arquitetura incluem densidade de carga, concentração de cadeias e de grupos hidrofóbicos. O estudo reológico foi relacionado com a capacidade dos polímeros em evitar fenómenos de separação de fase como o creaming, através de estudos óticos em suspensões. A partir deste estudo, e recorrendo à relação de Stokes, obteve-se o tempo de sedimentação de cada uma das suspensões, ou seja, a sua velocidade de sedimentação. Posteriormente, a capacidade de formar filmes foi avaliada, em particular a capacidade desta família de HMPs em formar superfícies hidrofóbicas. Os resultados foram comparados com um polímero de reconhecida capacidade hidrofobizante. Foram utilizadas técnicas como Microscopia Eletrónica de Varrimento (SEM) e Ângulo de Contacto (AC) para caracterizar as superfícies e os filmes formados. Os resultados mostram que parâmetros como a massa molecular, a carga catiónica molar, bem como o grau de substituição da cadeia lateral tiveram bastante influência nas propriedades dos diferentes polímeros e nas suas possíveis aplicações.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectQuímicapor
dc.subjectIndústria textilpor
dc.subjectPolímerospor
dc.subjectHidrofobizaçãopor
dc.titlePolímeros para estabilização de suspensões e hidrofobização de superfíciespor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201534754-
item.cerifentitytypePublications-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.openairecristypehttp://purl.org/coar/resource_type/c_18cf-
item.openairetypemasterThesis-
crisitem.advisor.researchunitCQC - Coimbra Chemistry Centre-
crisitem.advisor.parentresearchunitFaculty of Sciences and Technology-
crisitem.advisor.orcid0000-0003-1817-4132-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FCTUC Química - Teses de Mestrado
Show simple item record

Page view(s) 50

459
checked on May 21, 2024

Download(s) 50

890
checked on May 21, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.