Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/28942
Title: Ocorrência de Diclofenac, Ibuprofeno e Paracetamol em águas residuais em Portugal
Authors: Fortunato, Ana Isabel Costa
Orientador: Pena, Angelina Lopes Simões
Lino, Celeste de Matos
Keywords: Poluentes químicos da água; Preparações farmacêuticas
Issue Date: 2014
Abstract: The pharmaceutical drugs are classified, currently, as an emerging class of environmental contaminants. The scientific community has detected their occurrence in recent years in wastewater, surface water and drinking water. Their presence in the aquatic environment is due mainly to the consumption of pharmaceutical compounds by the population and the consequent continuous discharge into the environment through excretion in human urine and faeces. Wastewater Treatment Plants (WWTPs) are considered the main source of contamination by pharmaceuticals in the aquatic environment. This study aims to evaluate the occurrence of pharmaceutical compounds in wastewater, the influent and effluent, in fifteen WWTPs in five different regions of Portugal (North, Center, Lisbon and Vale do Tejo, Alentejo and Algarve), during the summer of 2013. The pharmaceuticals selected in this study were diclofenac, ibuprofen and paracetamol, due to their high consumption in our country. To assess the environmental occurrence of these compounds was performed solid phase extraction followed by liquid chromatography with tandem mass detection (SPE/LC/MS-MS). It was possible to identify and quantify the presence of the drugs under study in different WWTPs in Portugal. From the results obtained, paracetamol presented higher levels in influent, with a maximum concentration of 48,878 mg/L. In the effluent, it was found that ibuprofen showed the higher concentration of about 0,995 mg/L. The average of removal for all three compounds was between 63 and 99,8%. The results of this study indicate that WWTPs 5 and 7 may constitute a risk contamination point to surface waters due to high levels detected in the effluent. In the future, it will be necessary to performe more monitoring studies in order to accomplish comply the new Directive 2013/39/UE.
Os medicamentos são classificados, actualmente, como uma classe emergente de contaminantes ambientais. A comunidade científica tem detectado a sua ocorrência nos últimos anos em águas residuais, águas de superfície e águas de consumo. A sua presença no meio hídrico deve-se, principalmente, ao consumo de compostos farmacêuticos por parte da população, e a sua consequente entrada contínua no ambiente através da excreção pela urina e fezes do Homem. As Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETARs) são consideradas como a principal fonte de contaminação de fármacos no meio aquífero. Deste modo, o presente trabalho pretende avaliar a ocorrência de compostos farmacêuticos em águas residuais, nos afluentes e efluentes, de quinze ETARs, em cinco regiões diferentes de Portugal (Zona Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve), durante o Verão de 2013. Os medicamentos seleccionados neste estudo foram o diclofenac, o ibuprofeno e o paracetamol, devido ao seu consumo no país. Para avaliar a ocorrência ambiental destes compostos efectuou-se uma extração em fase sólida seguida por cromatografia líquida com detecção de massa em tandem (SPE/LC/MS-MS). Foi possível identificar e quantificar a presença dos medicamentos em estudo nas diferentes ETARs em Portugal. Dos resultados obtidos, o paracetamol apresentou ser o fármaco com teores mais elevados nos afluentes, com uma concentração máxima de 48,878 μg/L. Nos efluentes, verificou-se que o ibuprofeno foi o que apresentou uma concentração mais elevada, de aproximadamente 0,995 μg/L. A remoção média, para os três compostos em estudo variou entre 63 e 99,8%. Os resultados obtidos neste estudo indicam que as ETARs 5 e 7, podem constituir zonas de risco de contaminação para as águas de superfície, devido aos níveis elevados detectados nos efluentes. Futuramente, será necessária a realização de mais estudos de monitorização para continuar a dar cumprimento à nova Directiva 2013/39/UE
Description: Dissertação de mestrado em Farmácia (Segurança Alimentar), apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/28942
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Ana Fortunato.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

1,041
checked on Feb 20, 2024

Download(s) 10

2,266
checked on Feb 20, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.