Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/28475
Title: Treatments in Chronic Hepatic Encephalopathy: an in vivo and longitudinal Magnetic Resonance Spectroscopy study on a rat model of Biliary Cirrhosis
Authors: Santos, Ana Telma da Silva 
Orientador: Cudalbu, Cristina
Castelo-Branco, Miguel
Keywords: Engenharia biomédica; Ciências da saúde; Física; Doenças hepáticas; Encefalopatia hepática
Issue Date: Nov-2014
Citation: Santos, Ana telma da silva / Treatments in Chronic Hepatic Encephalopathy: an in vivo and longitudinal Magnetic Resonance Spectroscopy study on a rat model of Biliary Cirrhosis
Abstract: A encefalopatia hepática é uma síndrome neuropsiquiátrica decorrente de distúrbios cerebrais induzidos por doenças do fígado. A encefalopatia hepática crónica é associada com a cirrose e é caracterizada por uma fibrose progressiva do parênquima do fígado, o que conduz à hipertensão portal e à deterioração da função do fígado. A alteração na síntese e secreção de ácidos e de outros componentes biliares contribui para a disbiose intestinal, a qual, juntamente com a hipertensão portal, altera a permeabilidade intestinal e, consequentemente, promove a translocação bacterial. A hipertensão portal, em associação com um comprometido processo de detoxificação, permite que toxinas, entre as quais amónia, passem para a circulação sistémica. O aumento de amónia em circulação, denominado hiperamonémia, é uma das principais características da encefalopatia hepática. Os probióticos surgem assim como uma possível forma de tratamento para a encefalopatia hepática, uma vez que estes previnem a translocação bacterial e reduzem a produção e consequente absorção de amónia. A encefalopatia hepática é também acompanhada por um défice cerebral de creatina e, assim, a suplementação oral com creatina emerge também como um potencial tratamento. Esta tese é baseada em estudos preliminares para avaliar o papel do VSL#3®, um cocktail probiótico, e da suplementação oral com creatina na neuroprotecção, em ratos com o ducto colédoco obstruído, um modelo de doença do fígado crónica. Para isso, a técnica de espectroscopia de protões por ressonância magnética foi utilizada, permitindo a análise do metabolismo cerebral, dado que a encefalopatia hepática induz alterações na osmorregulação, neurotransmissão e metabolismos antioxidante e energético cerebrais. Os nossos resultados foram promissores, demonstrando a viabilidade dos estudos e permitindo-nos melhorar o protocolo experimental para estudos futuros.
URI: http://hdl.handle.net/10316/28475
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Física - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Treatments in Chronic Hepatic Encephalopathy_Ana Telma da Silva Santos.pdf58.27 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

330
checked on Jan 21, 2021

Download(s)

152
checked on Jan 21, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.