Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27207
Title: O papel protetor da aceitação experiencial no processamento pós situacional em adolescentes com perturbação de ansiedade social
Authors: Coelho, Diana Cecília Soares 
Orientador: Salvador, Maria do Céu
Keywords: Perturbação de ansiedade social
Issue Date: 24-Jul-2014
Serial title, monograph or event: O papel protetor da aceitação experiencial no processamento pós situacional em adolescentes com perturbação de ansiedade social
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O processamento pós situacional constitui-se como um processo cognitivo fulcral na manutenção da perturbação de ansiedade social. No entanto, até à data, não existia em Portugal nenhum instrumento que permitisse avaliar o processamento pós situacional. Acreditando na utilidade de uma avaliação específica e rigorosa, quer para a investigação, quer para a prática clínica, o presente estudo pretendeu colmatar esta escassez de instrumentos, através da tradução, adaptação e validação de uma medida de processamento pós situacional, nomeadamente do Questionário de Processamento Pós Situacional – versão revista (PEPQ-R; Fehm, Hoyer, Scheider, Lindemann, & Klushann, 2008). A amostra deste estudo era constituída por 295 adolescentes (138 rapazes e 157 raparigas), entre os 14 e os 18 anos. A dimensionalidade do PEPQ-A foi estudada através de uma análise de componentes principais, tendo permitido a extração de três fatores (Ruminação Persistente, Ruminação Específica e Tentativa de Controlo), que explicaram 73.2% da variância, mas que não replicaram a estrutura de quatro fatores (Comprometimento Cognitivo, Eu Negativo, Pensamentos sobre o Passado e Futuro e Evitamento) da versão original. A consistência interna, fidelidade teste-reteste, validade e sensibilidade da escala foram também analisadas, podendo concluir-se que a escala detém boas características psicométricas. Assim, esta medida parece ser uma mais-valia tanto para investigação como para a avaliação e intervenção na perturbação de ansiedade social.
Post event processing is an extremely important cognitive process involved in the maintenance of social anxiety disorder. Believing in the usefulness of a specific and rigorous assessment both in research and for clinical practice, the present study aimed to bridge this gap of assessment tool, translating, at combat this lack of tools, adapting and validating such a measure the Post-Event Processing Questionnaire–Reviesed (PEPQR) (Fehm, Hoyer, Scheider, Lindemman, & Klushann, 2008). The sample of this study included 295 adolescents (138 boys and 157 girls) between 14 and 18 years old. The dimensionality of the PEPQ-A was tested through Principal Component Analysis, that resulted in three factors, which explained 73.2% of the variance, did not replicate the four factors dimension of the original version. The scale’s internal consistence, testretest reliability, validity and sensitivity were also analyzed. Results showed that the PEPQ-A holds very good psychometric characteristics, being a significant contribution to research, assessment and intervention in social anxiety disorder.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas e da Saúde) apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/27207
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Diana Coelho.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

486
checked on Dec 10, 2019

Download(s) 50

213
checked on Dec 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.