Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26599
Title: Descentralização e democracia local : mecanismos de participação e prestação vertical de contas dos governos locais em Moçambique : os Conselhos Consultivos Locais
Authors: Jamal, Saide 
Orientador: Meneses, Maria Paula
Keywords: Descentralização; Democracia local; Prestação vertical de contas; Conselhos consultivos locais; Governos locais
Issue Date: 17-Jul-2014
Publisher: FEUC
Citation: Jamal, Saide - Descentralização e democracia local : mecanismos de participação e prestação vertical de contas dos governos locais em Moçambique : os Conselhos Consultivos Locais, Coimbra, 2014.
Abstract: Este estudo destaca as dinâmicas sociais e políticas que se vivem em Moçambique no âmbito das atuais reformas políticas iniciadas na década de 1990, concretamente os processos de descentralização e desconcentração do Estado central. Sendo assim, a partir de uma dimensão local de perspetiva bottom-up, este trabalho procura analisar os mecanismos de participação e prestação vertical de contas dos governos locais tendo particular atenção aos mecanismos de consulta e participação comunitária: os Conselhos Consultivos Locais. Assim, como enquadramento teórico, baseei-me na leitura de diferentes tipologias e dimensões da descentralização propostas por vários autores, normas e regulamentos do Estado, que regulam a articulação entre os vários poderes locais, e recorri igualmente à informação diversa disponível nos sítios da internet para sustentar a pesquisa. Constata-se, porém, que atualmente os processos de desconcentração e descentralização em curso em Moçambique debatem-se com muitos desafios, pois coexistem, no mesmo espaço e tempo, pressupostos e poderes políticos (órgãos locais do Estado, autarquias locais e autoridades tradicionais), de origens e atuações diferentes e, por vezes, conflituantes, na lógica de procura pela democracia local. Sendo assim, o processo de participação e prestação de contas dos tais poderes às comunidades locais dilui-se nos Conselhos Consultivos Locais. No entanto, é de destacar que o processo de descentralização em Moçambique (ainda) não é abrangente, pois termina nas linhas dos territórios municipalizados (vilas e cidades), enquanto que a maior parte da população vive para além das fronteiras municipais (aldeias, povoados, localidades, postos-administrativos). Assim, a lacuna não preenchida pela descentralização (autárquica) no processo da democratização do país é ocupada pelos órgãos locais nomeados pelo Estado central, o que tende a propiciar tensões, e pode alargar o conceito da responsabilização e prestação de contas.
Description: Dissertação de mestrado em Roads to Democracy(ies) - Democracia e Governação, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Maria Paula Meneses.
URI: http://hdl.handle.net/10316/26599
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Capa da tese-jamal.pdf351.08 kBAdobe PDFView/Open
CV-Saide Jamal.pdf149.79 kBAdobe PDFView/Open
Dissertação Mestrado Saide Jamal 2014.pdf1.02 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,083
checked on Dec 10, 2019

Download(s) 5

5,137
checked on Dec 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.