Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26170
Title: Investimento materno no bebé em mães angolanas adolescentes
Authors: Enoque, Salomé Cafumbelo 
Orientador: Santos, Maria João Seabra
Keywords: Adolescência; Gravidez; Investimento Materno; Escala de Investimento Parental na Criança
Issue Date: 2012
Serial title, monograph or event: Investimento materno no bebé em mães angolanas adolescentes
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A gravidez e maternidade na adolescência têm sido motivo de preocupação por parte dos pesquisadores, já que este fenómeno é caracterizado como um problema de saúde pública e constitui risco para a saúde da adolescente e do seu filho e afeta o desenvolvimento pessoal e social de ambos. A presente investigação tem como objetivo comparar o investimento materno no bebé em 40 mães adolescentes e 40 mães adultas angolanas do Município do Lubango. Para tal é utilizada a Escala de Investimento Parental na Criança, pretendendo-se, igualmente, estudar algumas características psicométricas desta escala com uma amostra de mães angolanas. No sentido de contribuir para a compreensão do significado da gravidez na adolescência, fatores nela envolvidos e analisar as mudanças ocorridas no âmbito familiar e social da adolescente grávida foram, igualmente, aplicados outros questionários: um Questionário Demográfico, um Questionário Geral Sobre a Gravidez e Nascimento e um Questionário para a Avaliação de Aspectos Ligados à Maternidade na Adolescência. Os resultados obtidos apontam para diferenças estatisticamente significativas entre as duas amostras, revelando que as mães mais velhas descrevem mais prazer e um maior investimento na relação com os seus bebés do que as mães adolescentes. Foram postas em destaque algumas fragilidades da EIPC, nomeadamente no que se refere a níveis baixos de consistência interna. Os resultados são discutidos em função das especificidades culturais da amostra estudada.
Pregnancy and maternity in adolescence have been study topics for researchers, characterized as a public health problem and a risk factor for the adolescent’s health and for the baby that also affects personal and social development in both mother and the child. This study aims to compare maternal investment in the baby between 40 adolescent and 40 adult Angolan mothers in Lubango. To this end the Parental Investment in the Child Scale was used. The plan also includes the study of some psychometric characteristics of this scale with a sample of Angolan mothers. With the aim of contributing to the understanding of pregnancy in adolescence, the factors involved, and to analyze the changes which take place in the pregnant adolescent’s family and society, other questionnaires were also used: a Demographic Questionnaire, a General Questionnaire on Pregnancy and Birth, and a Questionnaire to Evaluate Elements Related to Adolescent Maternity. The results found point to significant statistical differences between the two samples, revealing that the older mothers have more pleasure and make greater investment in the relationship with their babies than the adolescent mothers. Some of the PICS’ weaknesses were highlighted, specifically in relation to low levels of internal consistency. The results are discussed in function of cultural specificities of the sample studied.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Sistémica, Saúde e Família), apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/26170
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Salomé Enoque.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

319
checked on Nov 20, 2019

Download(s)

4
checked on Nov 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.