Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26107
Title: Funcionamento familiar e resposta dos pais à doença dos filhos: estudo exploratório com crianças angolanas com anemia falciforme e malária
Authors: Gabriel, Armindo Vaefeni 
Orientador: Major, Sofia de Oliveira
Keywords: Criança, doença crónica
Issue Date: 2012
Serial title, monograph or event: Funcionamento familiar e resposta dos pais à doença dos filhos: estudo exploratório com crianças angolanas com anemia falciforme e malária
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A doença crónica/grave na infância não afeta apenas a criança, mas também o conjunto de relações sociais da família e a sua rotina, que passa a ser interposta por constantes visitas ao médico, medicações e hospitalizações e atinge todas as pessoas que convivem direta ou indiretamente com a criança. O objetivo do presente estudo é analisar o funcionamento familiar e a resposta dos pais à doença dos filhos em crianças angolanas com anemia falciforme e malária. A amostra deste estudo é composta por 98 sujeitos, divididos em dois grupos, em que 49 padecem de anemia falciforme e 49 de malária. A amostra foi recolhida no hospital pediátrico do Lubango. Os instrumentos utilizados são um Questionário Sociodemográfico, um Questionário Complementar, o IRDF com a finalidade de avaliar a resposta dos pais em relação à doença dos filhos e também o SCORE-15, com o objetivo de analisar o funcionamento familiar. Nos resultados foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos quanto às variáveis relacionadas com a hospitalização. Os valores obtidos para o alfa de Cronbach para o IRDF (.557) e para o SCORE-15 (.650) são adequados mas ligeiramente inferiores aos obtidos nos estudos realizados em Portugal. Destaca-se uma frequência de cotação distinta dos itens por parte dos respondentes, atendendo ao tipo de patologia apresentada pelas crianças.
The chronic/severe disease in childhood affects not only the child but aldo the set of social relations and their family routine, which happens to be filed by regular medical appointments, medications, and hospitalizations and reaches all the people who interact directly or indirectly with the child. The aim of this study is to analyze the family functioning and the parents’ responses to the children´s disease in Angolan children with sickle cell anemia and malaria. The sample of this study is composed by 98 subjects, divided into two groups, 49 of whom suffer from sickle cell anemia and 49 from malaria. The sample was collected at the pediatric hospital in Lubango. The instruments used were a Sociodemographic Questionnaire, a Complemental Questionnaire, the IRDF in order to evaluate the response of parents toward their children’s disease and also the SCORE- 15 in order to assess the family functioning. The results show statistical significant differences between the two groups regarding hospitalization variables. The values of the Cronbach’s alpha for the IRDF (.557) and for the SCORE-15 (.650) are acceptable but smallers than the ones obtained for the studies developed in Portugal. There is also a distinct frequence of rating by respondants, according to the type of disease presented by the children.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia Clínica (Sistémica, Saúde e Família) apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/26107
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Armindo.pdf493.77 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

852
checked on Dec 21, 2021

Download(s) 50

356
checked on Dec 21, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.