Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25704
Title: Envelhecimento activo em alunos de Universidades Seniores: o papel do sentido da vida, mindfulness e perspectiva temporal enquanto factores de bem-estar
Authors: Cruz, Ana Cristina Fulgêncio 
Orientador: Oliveira, Albertina Lima de
Keywords: Envelhecimento activo; Aprendizagem ao longo da vida
Issue Date: 2013
Serial title, monograph or event: Envelhecimento activo em alunos de Universidades Seniores: o papel do sentido da vida, mindfulness e perspectiva temporal enquanto factores de bem-estar
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O presente estudo teve como objectivo principal estudar o bem-estar dos alunos das Universidades Seniores para melhor compreender a problemática do envelhecimento activo e bem-sucedido. Especificamente procurámos investigar as relações existentes entre o bem-estar dos seniores com algumas variáveis como: o sentido da vida, a atenção mindfulness, a auto-eficácia, a auto-estima e a perspectiva temporal, bem como variáveis sociodemográficas. Para a realização deste estudo foi utilizado um plano não experimental correlacional, sendo os dados recolhidos por questionário com recurso aos seguintes instrumentos: MAAS, MLQ, Escalas PALADIN (saúde, educação, finanças, actividade e cidadania), ROS, SWLS, PANAS, ZTPI, PTFT. A amostra foi constituída por 214 alunos de 7 Universidades Seniores, com idades compreendidas entre os 51 e os 84 anos. Nos principais resultados obtidos verificámos que o bem-estar encontra-se associado à auto-eficácia para a auto-direcção nos domínios da saúde, educação, finanças, actividade e cidadania, bem como à presença e procura de sentido na vida, à atenção mindfulness, às orientações temporais relativas ao passado negativo, ao presente fatalista e ao futuro transcendental. A nível da perspectiva temporal, identificaram-se ainda alguns sujeitos desta amostra com uma Perspectiva Temporal Equilibrada; os resultados obtidos permitem-nos reforçar a ideia de que os seniores com este padrão de perfil são pessoas com qualidades raras na amostra global (n=214) uma vez que só foi possível encontrar 8 seniores nessas condições. No que respeita às variáveis sociodemográficas, verificámos que a idade não é relevante para o bem-estar, ao contrário do rendimento mensal e que o estado civil indica que as pessoas divorciadas têm uma afectividade positiva significativamente superior à dos solteiros, não tendo sido encontradas diferenças significativas entre os outros grupos.
The present study aims to analyze the well-being of students of Senior Universities to better understand the problematic of the active and successful aging. Specifically, we investigated the existing relationships between the well-being of seniors with variables such as the meaning-in-life, the mindfulness attention, the self-efficacy, the self-esteem, the time perspective, and socio-demographic factors. In order to perform this study we carried out a non-experimental correlational design, in which the following instruments were used: MAAS, MLQ, PALADIN scales (health, education, finances, activity and citizenship), ROS, SWLS, PANAS, ZTPI, PTFT. The sample consisted of 214 students of 7 Senior Universities, whose ages were comprised between 51 to 84 years-old. Our main results indicate that well-being is associated to the self-efficacy in self-direction in areas such as health, education, finances, activity and citizenship, as well as to the presence and search for meaning-in-life, mindfulness attention, time orientation in relation to the past negative, present fatalistic and transcendental future. At the level of time perspective, we identified some subjects of this sample to have a Balanced Time Perspective (BTP). Our results allow us to reinforce the idea that seniors with a BTP are people with rare qualities in the global sample (n=214) as we could only find 8 seniors in these conditions. In relation to socio-demographic variables, we verified that age is not relevant to the well-being. On the other hand, the monthly income showed to be significantly correlated with well-being and civil status point to divorced people having the positive affect significantly higher than single people. We did not find significant differences among the other groups.
Description: Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (Educação e Formação de Adultos e Intervenção Comunitária) apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25704
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese-Envelhecimento Ativo em Alunos de Universidades Seniores.pdf2.36 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

663
checked on Oct 16, 2019

Download(s) 20

518
checked on Oct 16, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.