Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25686
Title: Orientações dos objetivos, emoções de realização e rendimento escolar
Authors: Silva, Francisca Tavares 
Orientador: Bidarra, Maria da Graça
Borges, Maria Graciete Nunes Pinto Franco
Keywords: Rendimento escolar; Motivação dos alunos
Issue Date: 2014
Abstract: A motivação académica e o rendimento escolar dos alunos são mediados por variáveis de natureza cognitiva e afetiva, cuja complexidade exige o aprofundamento dos processos que viabilizem a promoção de estratégias de ensino-aprendizagem conducentes ao envolvimento dos alunos no processo de aprendizagem e consequente sucesso escolar. A investigação no âmbito da psicologia da educação tem vindo a apontar a orientação dos objetivos e as emoções de realização como constructos centrais para a compreensão da motivação em contexto escolar. Assim, esta dissertação de mestrado em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores propõe-se analisar a relação entre aqueles constructos e o rendimento escolar numa amostra de 358 adolescentes de ambos os sexos, do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, recolhida em três escolas portuguesas do ensino não público. Procedeu-se a um estudo quantitativo não experimental e correlacional a partir dos dados recolhidos com a administração das versões portuguesas de algumas escalas do Patterns of Adaptative Learning (PALS) e do Achievement Emotions Questionnaire (AEQ), tendo-se operacionalizado o indicador do rendimento escolar através da média das notas do 1º período (2012-2013) nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Inglês e Ciências. Os resultados obtidos apontam que o rendimento escolar se associa positivamente com a instrumentalidade conferida à escola e à experiência das emoções de orgulho e de entusiasmo durante as aulas, e negativamente com as emoções de ansiedade, raiva e desesperança. Neste trabalho não se verificou, porém, uma relação significativa entre o rendimento escolar e a orientação para a mestria, mas sim uma relação negativa e significativa entre rendimento escolar e orientação para o resultado. Além disso, o rendimento escolar revelou-se positivamente associado ao nível de escolaridade do pai e da mãe, e a frequência da experiência de emoções positivas durante as aulas revelou-se mais elevada entre os alunos sem retenção escolar prévia. Os dados reiteram a relevância de se atender às dimensões afetiva e cognitiva na otimização do processo de aprendizagem em contexto escolar, concluindo-se pela necessidade da prossecução da investigação neste domínio.
The students’ academic motivation and academic performance are mediated by cognitive and affective variables, whose complexity requires the processes’ deepening that enable teaching and learning strategies conducive to students’ involvement in learning process and subsequent school success. The research in the psychology of education has been pointing the achievement goals and the achievement emotions as central constructs for understanding motivation in school context. Thus, this dissertation proposes to examine the relationship between those constructs and academic performance in a sample of 358 adolescents from both sexes attending the 7th, 8th, and 9th school years, collected in three Portuguese nonpublic schools. We conducted a quantitative, non-experimental, and correlational study with data collected with the Patterns of Adaptive Learning (PALS), and the Achievement Emotions Questionnaire (AEQ) - Portuguese versions - having used the 1st school period’s grades (2012-2013) in the subjects of Portuguese Language, Mathematics, English, and Science for achievement school indicator. The results show a positive association between academic performance, school instrumentality perception, and emotional experience of pride and enthusiasm, and a negative association between academic grades and emotional experience of anxiety, anger, and hopelessness during class. However, this work doesn’t found a significant relationship between academic grades and mastery goals’ orientation, but a negative and significant relationship between academic grades and performance goals’ orientation. In addition, academic grades proved to be positively associated with the father and mother education’s levels, and the experience of positive emotions during classes proved to be higher among students without school retention. The data confirm the relevance of considering affective and cognitive dimensions to learning process optimization in schools, and point for further research in this area.
Description: Dissertação de mestrado em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/25686
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese - Francisca Tavares Silva.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

204
checked on May 22, 2019

Download(s) 50

352
checked on May 22, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.