Title: As Termas de Sangemil: Um Estudo Hidrogeológico
Authors: Morais, Manuel 
Orientador: Portugal Ferreira, Martim
Keywords: Hidrogeologia;Termas de Sangemil;Cartografia hidrogeológica;Hidrogeoquímica elementar e isotópica;Geotermometria;Modelo conceptual do circuito hidrotermal;Hydrogeology;Sangemil thermal waters;Hydrogeological mapping;Elemental and isotope hydrochemistry;Geothermometry;Hydrothermal conceptual model
Issue Date: 1990
Publisher: FCT-UC
Abstract: Resumo Constitui o fulcro deste trabalho o estudo da emergência termal de Sangemil (Beira Alta, Portugal Central). São quatro os vectores principais deste estudo: compreensão do mecanismo de exurgência, da composição química, da termalidade e origem destas águas. O estudo levado a efeito é apresentado ao longo de catorze capítulos, cuja ordenação revelará de certo modo, a metodologia seguida: Um capítulo introdutório, em que se procura fornecer o enquadramento geológico-estrutural das águas termais do país com particular realce para as da região das Beiras. No capítulo 2 faz-se um breve esboço histórico das Termas de Sangemil. Após análise das condições geomorfológicas e climatológicas (capítulos 3 e 4), são expostas as características geológicas e estruturais da área em estudo, que permitiram eleger o modelo geológico-estrutural de controlo na emergência (cap. 5). A abordagem das condições hidrogeológicas (capítulo 6) é feita de maneira qualitativa, por absoluta ausência de dados sobre as características hidráulicas dos aquíferos. No capítulo 7, faz-se o estudo comparativo da água termal versus águas frias locais e apresentam-se os mecanismos hidrogeoquímicos que conduziram às respectivas tipologias químicas. A aplicação da análise factorial como técnica estatística multivariada, possibilitou confirmar algumas conjecturas esboçadas pela apreciação dos dados físico-químicos. Recorremos a todos os geotermómetros químicos de que temos conhecimento, para inferir a temperatura de base da água termal. A utilização dos denominados geotermómetros termodinâmicos, constitui mais uma análise complementar no capítulo sobre geotermometria (capítulo 8). O estudo isotópico (isótopos estáveis e radioactivos) e a termalidade, são os temas desenvolvidos nos capítulos 9 e 10, respectivamente, precedendo o corolário natural de qualquer investigação neste domínio, isto é, a elaboração de um modelo conceptual para o sistema hidrotermal (capítulo 11). Damos ainda conta do actual uso da água termal; focamos as suas potencialidades como recurso energético de baixa entalpia (capítulo 12) e analisamos as vulnerabilidade à poluição no capítulo 13. As principais conclusões deste trabalho expressam-se no capítulo 14.
URI: http://hdl.handle.net/10316/25082
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Terra - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Morais M._Tese mestrado_Provas de aptidão_1990.pdf14.36 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.