Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/24188
Title: À luz das terapias de terceira geração: Estudo de validação do Questionário de Aceitação e Ação na Fobia Social (SA-AAQ) na População Adolescente
Authors: Cantarinhas, Patrícia Teixeira 
Orientador: Salvador, Maria do Céu
Keywords: Fobia social; Aceitação; Adolescentes
Issue Date: 16-Jul-2013
Serial title, monograph or event: À luz das terapias de terceira geração:: Estudo de validação do Questionário de Aceitação e Ação na Fobia Social (SA-AAQ) na População Adolescente
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Nos últimos anos, tem-se assistido a um crescente interesse na investigação sobre as Terapias de Terceira Geração, nas quais se inclui a Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT; Hayes, Strosahl, & Wilson, 1999). Têm surgido estudos que revelam uma forte relação entre a aceitação e as perturbações de ansiedade, entre os quais na Fobia Social (Brady & Whitman, 2012; Dalrymple & Herbert, 2007; Morris & Greco, 2002; Ossman, Wilson, Storaasli, & McNeill, 2006). Uma vez que não dispúnhamos de um instrumento adaptado e validado para a população adolescente portuguesa, que permitisse avaliar a aceitação e a ação com compromisso numa situação social, a presente dissertação contempla o estudo da dimensionalidade e das características psicométricas do Questionário de Aceitação e Ação na Fobia Social (SA-AAQ) numa amostra de adolescentes (MacKenzie & Kocovski, 2010). As características psicométricas desta escala foram estudadas numa amostra da população geral, constituída por 599 adolescentes com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos. O SA-AAQ revelou possuir uma estrutura com dois fatores: a Aceitação e a Ação com compromisso, que explica 52% da variância. Este questionário demonstrou ser um instrumento fidedigno ao apresentar uma boa consistência interna no total da escala (α=.90), nos fatores Aceitação (α=.92) e Ação (α=.76). Revelou ainda um bom comportamento em termos de correlação item-total e correlação teste-reteste para cada item, assim como uma boa estabilidade temporal. Foi realizado o estudo da validade discriminante com duas amostras clínicas: a primeira de adolescentes com fobia social generalizada (N=36), e a segunda de adolescentes com outras perturbações de ansiedade (N=25) com uma amostra da população geral (N=36). O referido estudo revelou uma boa capacidade discriminativa, uma vez que o SA-AAQ foi eficaz na distinção de adolescentes com Fobia Social Generalizada de adolescentes com Outras Perturbações de Ansiedade e de adolescentes da população Geral. No estudo sobre os dados normativos, verificou-se um efeito significativo da variável género, sendo que os rapazes apresentam níveis mais elevados de aceitação do que as raparigas, embora esta diferença tivesse apresentado um tamanho do efeito reduzido.
In the last few years, there has been a growing interest in research about the Third Wave of Behavioral and Cognitive Therapies, which includes the Acceptance and Commitment Therapy (ACT: Hayes, Strosahl, & Wilson, 1999). There have been studies that show a strong relationship between acceptance and anxiety disorders, among which is Social Phobia (Brady & Whitman, 2012; Dalrymple & Herbert, 2007; Morris & Greco, 2002; Ossman, Wilson, Storaasli, & McNeill, 2006). Since there was no instrument adapted and validated for Portuguese adolescents, that assessed the acceptance and commitment to action in a social situation, this dissertation consisted, in the study of the dimensionality and psychometric properties of the Social Anxiety-Acceptance and Action Questionnaire (SA-AAQ) for adolescents (MacKenzie & Kocovski, 2010). The psychometric properties of SA-AAQ have been examined in a sample of the general population, consisting of 599 adolescents aged 14 to 18 years. The SA-AAQ was found to have a structure with two factors, the Acceptance and Action with Commitment, which explained 52% of the variance. This questionnaire proved to be a reliable instrument with a good internal consistency of the scale’s total score (α=.90), and it’s factors Acceptance (α=.92) and Action (α=.76). It showed a good performance in terms of item-total correlation and test-retest correlation for each item, as well as good temporal stability. The discriminant validity study with two clinical samples was conducted, one for adolescents with generalized social phobia (N=36), and a second with adolescents with other anxiety disorders (N=25) with a general population sample (N=36). This study showed a good discriminative capacity as the SA-AAQ could distinguish adolescents with Generalized Social Phobia, from adolescents with other Anxiety Disorders and adolescents in general population. In the study of normative data, a difference between gender was found in this scale, with males showing higher levels of acceptance than girls, although with a low effect size
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia (Intervenções Cognitivo-Comportamentais nas Perturbações Psicológicas da Saúde, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/24188
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Mestrado_Patricia.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

578
checked on Dec 10, 2019

Download(s) 50

302
checked on Dec 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.