Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/2153
Title: Utilização de cruzamentos controlados e de perfis de ADN na investigação da variabilidade genética dos nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera SPP.
Authors: Conceição, Isabel Luci Pisa Mata da 
Orientador: Santos, Maria Susana Newton de Almeida
Abrantes, Isabel Maria de Oliveira
Keywords: Ecologia; Nemátodes-de-quisto da batateira (Globodera spp). -- Variabilidade genética
Issue Date: 14-Jul-2003
Abstract: Os nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera pallida e G. rostochiensis, são importantes parasitas da batateira. A utilização de cultivares resistentes torna urgente o conhecimento prévio, não só das espécies presentes, como também dos grupos de virulência. Os objectivos do trabalho foram: analisar a variabilidade genética de populações portuguesas de nemátodes-de-quisto da batateira, utilizando a técnica de amplificação ao acaso de ADN polimórfico (RAPD); e seleccionar e caracterizar, a partir de cruzamentos controlados e de perfis de ADN, linhas genéticas de G. pallida. Foi utilizada a técnica de RAPD e 16 primers para diferenciar 32 populações portuguesas de G. rostochiensis e três de G. pallida. A variabilidade genética observada não parece estar relacionada com a origem geográfica das populações estudadas. Em Portugal, a hipótese do acervo genético poderá aplicar-se às populações de nemátodes-de-quisto da batateira, tendo a sua diversidade sido obtida depois da(s) introdução(ões) inicial(ais). As populações actuais de G. rostochiensis podem ser o resultado de uma única introdução e as de G. pallida de uma ou várias introduções. Para manter e multiplicar, em laboratório, populações de Globodera spp., foram experimentadas e optimizadas três técnicas de obtenção de raízes de batateira. A técnica das caixas de plástico com solo esterilizado, foi a que apresentou maiores vantagens, sendo a humidade e a idade dos tubérculos os factores mais condicionantes. Dos 531 cruzamentos controlados, realizados entre um macho e uma fêmea de G. pallida, obtiveram-se 209 fêmeas fertilizadas. A variabilidade existente na virulência de 24 linhas genéticas e de duas populações de G. pallida foi avaliada através da sua capacidade de reprodução num grupo de genótipos de batateira diferenciadores. A avaliação da virulência conduz a resultados diferentes, consoante as taxas de reprodução são determinadas através dos números de ovos ou dos números de quistos produzidos. Foi possível seleccionar uma série de "populações" com diferentes níveis de virulência o que foi confirmado pela análise dos perfis de RAPDs obtidos, com três primers, para 10 das linhas genéticas. A linha genética WZCV4 apresenta distâncias genéticas elevadas, em relação às outras linhas, e uma taxa de multiplicação mais elevada em relação ao clone 12 380. As distâncias genéticas obtidas entre as linhas foram superiores às verificadas, por vezes, nas populações de campo.
Description: Tese de doutoramento em Biologia (Ecologia) apresentada à Fac. de Ciências e Tecnologia de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/2153
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s)

262
checked on Dec 5, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.