Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21329
Title: Percepção do ambiente físico e sociocultural e prática de actividades físicas e desportivas : estudo comparativo de dois espaços verdes urbanos
Authors: Monteiro, Pedro Carlos Calvino 
Orientador: Gomes, Rui Machado
Keywords: Espaços verdes--cidades; Prática desportiva
Issue Date: 2012
Abstract: O objetivo principal desta dissertação é contribuir para uma melhor compreensão sobre a forma como é percecionado o ambiente físico em espaços verdes urbanos, identificando e comparando os fatores ambientais inibidores e estimuladores de práticas físicas em espaços diferenciados. Assim, qual será a melhor configuração física a dar a estes espaços para serem atrativos, para a prática de AFD. Foi aplicado um inquérito por questionário a 432 utilizadores dos Parques Urbanos, divididos pelos Parques da Cidade de Almada (237) e Barreiro (195) e em que destes, 268 são do sexo feminino e os restantes (164) do sexo masculino. Para testar as hipóteses utilizámos um nível de significância (α) ≤ 0,05 e 0.01. A análise estatística foi efetuada com SPSS 18.0. Conclui-se que os únicos fatores individuais inibidores são a “Chuva” e a “Poluição”. Por outro lado, os mais estimulantes para a prática de atividades físicas são a “Beleza geográfica”, o “Acompanhamento do amigos” e a “Localização geográfica”. Em relação à influência das características sociodemográficas sobre a perceção, encontrámos diferenças estatísticas significativas, confirmando-se a influência das mesmas, nomeadamente o Género, a Idade, o Estado civil, a Escolaridade, e a atividade profissional. A única característica sociodemográfica que não influencia a perceção é a Classe Social. Conclui-se que a realização de atividades físicas e desportivas não influencia a perceção dos fatores ambientais. Já o tipo de atividade física influencia parcialmente a perceção. Somente o Fator Tecnológico e Arquitetónico é influenciado pelo tipo de atividade física. Na comparação dos resultados em ambos os espaços, somos a observar que a perceção não sofre grandes alterações, visto que ambos os espaços, receberam aproximadamente o mesmo score (69,64; 68,6). No entanto, observaram-se algumas diferenças quando analisados os indicadores, pelo que aceitamos a hipótese de influência do espaço na perceção. ABSTRACT "Perception of the Sociocultural Environment and Physical and Pratice of Sport and Physical Activity - a Comparative Study of two Urban Green Spaces" The main objetive of this dissertation is to contribute to a better understanding of how it is perceived the physical environment in urban green spaces, identifying and comparing the environmental factors inhibitors and stimulators of physical practices in different spaces. Thus, try to perceive what better physical configuration to give these spaces so that they become attractive, for the practice of physical practices. We applied a questionnaire to 432 users of Urban Parks, divided by the City Parks Almada (237) and Barreiro (195) and of these, 268 are female and the other (164) male. To test the hypotheses we use a significance level (α) ≤ 0.05 and 0.01. The statistical analysis was performed with SPSS 18.0. It is concluded that the only individual factors inhibiting are the "Rain" and "Pollution". On the other hand, the most stimulating factors are the "Geographical Beauty", the "Follow-up of friends" and "Geographical location". Regarding the influence of sociodemographic characteristics on the perception, we found statistically significant differences, confirming the influence thereof such as Gender, Age, the Marital status, the Educational level, and Professional occupation. The only sociodemographic characteristic that does not influence the perception is the Social Class. It is also concluded that the achievement of physical and sporting activities does not influence the perception of environmental determinants of physical activities. Since the type of physical activity influences the perception part. Only “Architectural Technology” Fator and is influenced by the type of physical activity. Comparing the results in both spaces, we observed that the overall perception does not undergo major changes, since both spaces, received approximately the same score (69.64, 68.6). However, some differences were observed when analyzing the indicators, so we accept the influence of space in the perception.
Description: Dissertação de mestrado em Lazer e Desenvolvimento Local, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/21329
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
capa.índice.pdf287.51 kBAdobe PDFView/Open
Dissertação PMonteiro.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open
ANEXOS.pdf298.98 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

202
checked on Apr 8, 2020

Download(s) 5

3,655
checked on Apr 8, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.