Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/21307
Title: A Tuberculose como um “mal social” em pleno Século XXI:A perspetiva dos doentes e as dificuldades no controlo da enfermidade em Coimbra
Authors: Sofia Gomes Martins, Cátia 
Orientador: Santos, Ana Luísa
Keywords: Tuberculose; Tratamento; Perspetiva; Sociedade
Issue Date: 2012
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia. Departamento de Ciências da Vida
Abstract: A tuberculose tem sido uma das maiores causas de doença e morte a nível global. As ideias criadas pela sociedade ao longo dos anos trouxeram consigo uma nova dificuldade na luta anti tuberculose. Neste estudo pretendeu-se analisar e interpretar a visão de doentes e ex-doentes perante a tuberculose, na tentativa de compreender a perspetiva da população, as possíveis alterações no seu modo de lidar com a doença e quais as suas implicações futuras. Uma das finalidades foi estudar a possível reação dos indivíduos, após o primeiro contato com a notícia de que têm tuberculose e, entender se existem alterações visíveis na forma como lidam e vivem com a doença, após o início do tratamento. Para tal foi constituída uma amostra de 16 indivíduos, 12 doentes e 4 ex-doentes, com diagnóstico de tuberculose, que foram sujeitos a tratamento no Centro de Diagnóstico Pneumológico de Coimbra (CDP). Recorreu-se à realização de entrevistas, para que, posteriormente fosse possível analisar e interpretar as respostas dadas pelos intervenientes no estudo. Neste trabalho verificou-se que o discurso dos ex-doentes é semelhante ao dos doentes atuais, não sendo possível comprovar que, com uma diferença temporal de 13 anos, houvesse diferenças na perspetiva dos pacientes, relativamente à Tuberculose, no CDP de Coimbra. Além disso, este estudo permitiu verificar que a tuberculose é ainda uma doença temida pela população e que o conceito de auto discriminação está presente no discurso dos pacientes. O medo da transmissão demonstrou que existe uma preocupação do indivíduo com o outro, principalmente com a família. Ainda assim foi possível confirmar que a relação paciente-profissionais de saúde é fundamental no entendimento que os doentes têm sobre a tuberculose.
URI: http://hdl.handle.net/10316/21307
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Dissertações de Mestrado
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Catia Martins 2012.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

118
checked on Oct 21, 2020

Download(s) 20

925
checked on Oct 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.