Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/20660
Title: Validação da Escala de Representações Mentais de Prestação de Cuidados para a população portuguesa: Um estudo numa amostra de pais de bebés de um mês de idade
Authors: Fonseca, Ana 
Nazaré, Bárbara 
Canavarro, Maria Cristina 
Keywords: Representações Mentais de Prestação de Cuidados; Estudos psicométricos
Issue Date: 10-Sep-2012
Publisher: Associação Iberoamericana de Diagnóstico e Avaliação Psicológica
Citation: FONSECA, Ana; NAZARÉ, Bárbara; CANAVARRO, Maria Cristina - Validação da Escala de Representações Mentais de Prestação de Cuidados para a população portuguesa: Um estudo numa amostra de pais de bebés de um mês de idade. "Revista Iberoamericana de Diagnóstico y Evaluacion Psicologia". ISSN 1135-3848. Vol. 1, nº 35 (2013) pp. 161-182
Serial title, monograph or event: Revista Iberoamericana de Diagnóstico y Evaluacion Psicologia
Volume: 1
Issue: 35
Abstract: Este trabalho pretende apresentar os resultados da validação da versão portuguesa da Escala de Representações Mentais de Prestação de Cuidados (ERMPC; versão original, Mental Representation of Caregiving Scale). Uma amostra de 500 participantes (267 mulheres), que foram pais há cerca de um mês de um bebé saudável, preencheu uma ficha de dados sociodemográficos, a ERMPC, a Escala de Vinculação no Adulto, o Questionário de Confiança Parental e escalas visuais analógicas para avaliar a experiência de parentalidade. A versão portuguesa da ERMPC organiza-se em quatro dimensões: 1) Capacidade e disponibilidade para a prestação de cuidados; 2) Capacidade de reconhecer as necessidades dos outros; 3) Motivações focadas no self para prestar cuidados; e 4) Avaliação dos outros como merecedores de ajuda. A ERMPC apresenta bons indicadores de fiabilidade e de validade. A escala mostrou-se adequada para utilização desta escala na população portuguesa, tanto em contexto de investigação como em contexto clínico.
The representational models of caregiving drive the caregiving behavioral system, particularly in the case of parent-child interactions. This study aims to present the validation results of the Portuguese version of the Mental Representation of Caregiving Scale (ERMPC). A sample of 500 participants (267 women), parents of one-month-old healthy babies, filled out a form with sociodemographic and clinical data, the ERMPC, the Adult Attachment Scale, the Confidence Parental Questionnaire and visual analogue scales assessing the parenthood experience. The Portuguese version of the ERMPC comprises the following dimensions: 1) Ability and availability to provide effective care; 2) Ability to recognize the others’ needs; 3) Self-focused motivations to provide care; and 4) Appraisal of others as worthy of help. The ERMPC presents good reliability and validity indices. These results indicate the suitability of using this scale in the Portuguese population, both in clinical and research contexts.
URI: http://hdl.handle.net/10316/20660
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Artigos em Revistas Internacionais
I&D CINEICC - Artigos em Revistas Internacionais

Show full item record

Page view(s) 50

424
checked on Sep 17, 2019

Download(s)

54
checked on Sep 17, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.