Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/20277
Title: Sambaqui Zé Espinho : o que uma análise paleobiológica pode demonstrar sobre este grupo pré-colonial do litoral brasileiro?
Authors: Amaral, Marco Túlio Alves Amorim do 
Orientador: Cunha, Eugénia
Lessa, Andrea
Keywords: Ossos humanos -- Guaratiba; Paleobiologia
Issue Date: 2011
Citation: AMARAL, Marco Túlio Alves Amorim do - Sambaqui Zé Espinho : o que uma análise paleobiológica pode demonstrar sobre este grupo pré-colonial do litoral brasileiro? Coimbra : [s.n.], 2011
Abstract: O Sambaqui Zé Espinho é um sítio arqueológico localizado no litoral do Estado do Rio de Janeiro, na região denominada Planície Maré de Guaratiba, situada em uma área de intersecção ambiental entre o mar aberto e o continente, considerada por muitos como um local rico em recursos naturais, com datações entre 2.260 ± 160 A.P. à 1.180 ± 170 A.P., sendo constituído por uma série esquelética de 24 indivíduos, aos quais 15 esqueletos adultos apresentavam-se em condições apropriadas para a realização do presente trabalho. Através de uma análise paleobiológica, propomo-nos a conhecer a vida e saúde dos habitantes, munindo-nos de uma abordagem macroscópica, nas quais foram coletadas informações sobre sexo, idade, estatura, índices de robustez e achatamento, assim como variações morfológicas que manifestavam-se na constituição esquelética dos indivíduos. No que concerne a patologia oral, foram registrados dados sobre a prevalência de cáries, desgaste dentário, perda dentária ante mortem, abcessos e doença periodontal, limitando-nos a não registrar a presença de cálculos, uma vez que a influência de concreções orgânicas impossibilitava qualquer registro. Pareceu-nos oportuno conhecer melhor a saúde dos indivíduos também acedendo à informações sobre patologias degenerativas, a título de exemplo, os marcadores de comprometimento articular e estresses músculo-esquelético, incluídos neste ultimo, robusticidade, lesões de estresse e ossificações, assim como aos dados sobre patologias infecciosas, pelo que foi bastante comum encontrar vários sinais de periostite dispersos nos ossos, vinculadas ou não a traumas agudos, e também patologias traumáticas que apresentaram freqüências pouco representativas entre os habitantes. Identificamos sinais de estresse fisiológico, eminentemente cribra orbitalia, que manifestou-se através de lesões ativas e remodeladas, merecendo atenção à estas ultimas que apresentaram-se mais freqüentes. Na medida em que a compilação desses dados, associadas a outras variáveis, como por exemplo, o meio ambiente e o contexto arqueológico do sítio, acreditamos que o presente estudo possa contribuir para entender o paradigma do estilo de vida costeiro dos habitantes do Sambaqui Zé Espinho.
Sambaqui Zé Espinho is an archeological site located on the coastal area of Rio de Janeiro State, in a region called Planície Maré de Guaratiba, located in an area of environmental intersection between open sea and the continent, well known as a place rich in natural resources, dating from 2.260 ± 160 B.P. to 1.180 ± 170 B.P., being constituted by a skeletal series of 24 individuals, from which 15 adult skeletons met the criteria to take part in this study. Through a paleobiological analysis, we propose to know about the life and health of the inhabitants, by using macroscopic approach, collecting information about gender, age, height, robustness indexes, as well as morphological variations which manifested in the individuals skeletal constitution. Regarding oral pathology, caries prevalence, dental wear, dental loss, alveolar abcesses and periodontal diseases, attaining, though, not to record the presence of calculus, since the influence of organic concretions made any record impossible. It seemed timely for us to know better about individuals health also increasing information on degenerative pathologies, for instance, the markers of articular degeneration and musculoskeletal stress, including the latter, robusticity, stress lesion and ossifications, just as data about infections pathologies, which was so common to find several signs of periostitis disperse in the bones, related of not to acute trauma, and also traumatic pathologies showing frequency little representative among the inhabitants. We identified signs of physiological stress, eminently cribra orbitalia, manifesting through remodeled and active lesions, deserving attention the latter which were more frequent. As data was compiled, in association with other variables, as for instance, the site environment and the archeological context, it is believed that this study can contribute to understanding the paradigm of coastal lifestyle of Sambaqui Zé Espinho inhabitants.
Description: Dissertação de mestrado em Evolução e Biologia Humanas, apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/20277
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Marco Tulio.pdf2.51 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

269
checked on Aug 5, 2020

Download(s) 20

659
checked on Aug 5, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.