Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/20131
Title: Avaliação da exposição profissional ao formaldeído e xileno no serviço de Anatomia Patológica dos Hospitais da Universidade de Coimbra
Authors: Belo, Carlos Alberto Ventura Fidalgo 
Orientador: Ferreira, António Jorge Correia de Gouveia
Antunes, Isabel
Keywords: Exposição ocupacional. Formaldeído; Derivados do benzeno
Issue Date: 2011
Citation: BELO, Carlos Alberto Ventura Fidalgo - Avaliação da exposição profissional ao formaldeído e xileno no serviço de Anatomia Patológica dos Hospitais da Universidade de Coimbra. Coimbra : [s.n.], 2011
Abstract: Neste estudo realizou-se uma avaliação do risco ocupacional relacionado com a exposição dos trabalhadores do Serviço de Anatomia Patológica (SAP) dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) a Formaldeído e Xileno. O Formaldeído é considerado como um dos compostos químicos mais utilizados no mundo. As suas aplicações são variadas e multifacetadas em diversas actividades, sendo de realçar a área da saúde onde é bastante utilizado. Recentemente, a International Agency for Research on Cancer (IARC) reclassificou-o como agente carcinogénico para o Homem, com base em estudos epidemiológicos de populações ocupacionalmente expostas. O Xileno que também pode ser designado por Xilol é um líquido incolor, insolúvel em água, de odor característico, nocivo e inflamável. De acordo com a classificação de carcinogenicidade ocupacional, a American Conference of Governmental Industrial Hygienists (ACGIH/95-96) considerou que o Xileno não se enquadra como carcinogénico para o Homem, mas pode originar irritação ocular e do trato respiratório superior, bem como afecção do sistema nervoso central. A avaliação da exposição ocupacional a Formaldeído foi efectuada através do equipamento RKI Instruments, Inc., Modelo FP-30, cuja gama de detecção varia entre 0 – 0,4 ppm, com um tempo de detecção de 30 minutos (1800 segundos). A avaliação da exposição ocupacional a Xileno foi efectuada através do Phocheck+ e o FirstCheck, que faz a leitura por detecção a partir do princípio da fotoionização. Esta câmara está desenhada para que a amostra se desloque através da janela de uma lâmpada ultravioleta, a qual emite partículas de luz, os fotões, de alta energia UV. Para o grupo de trabalhadores expostos a Formaldeído, constatou-se que em 52,9% das avaliações o valor obtido estava acima do máximo de concentração do agente químico no ar, valor que nunca deve ser excedido durante qualquer período de exposição, de acordo com os valores de referência da NP 1796/2007 e ACGIH. Para os trabalhadores expostos a Xileno verificaram-se valores acima do limite de exposição, tendo sido atingido um pico máximo de 329 ppm. O conjunto de dados obtidos contribui para a caracterização/quantificação da exposição dos trabalhadores do Serviço de Anatomia Patológica (SAP) dos HUC a Formaldeído e Xileno, podendo a sua análise dar um importante contributo para a alteração de algumas práticas de trabalho e para que as entidades responsáveis possam modificar / alterar alguns aspectos do ambiente de trabalho, tendo como objectivo a salvaguarda da saúde destes profissionais.
In this study an assessment was conducted over the occupational risk related to the exposure of the workers of the Service of Pathological Anatomy (SAP) of the Hospitals of the University of Coimbra (HUC) to Formaldehyde and Xylene. Formaldehyde is considered as one of the most used chemical compounds in the world. Its applications are varied and multifaceted in diverse activities, highlighting the health sector where it is used quite frequently. Recently, the International Agency for Research on Cancer (IARC) reclassified it as a carcinogenic agent for humans, based on epidemiological studies of populations occupationally exposed. Xylene, which can also be known by Xylol, is a colourless liquid, insoluble in water, with a distinctive odor, flammable and harmful. According to the classification of occupational carcinogenicity, the American Conference of Governmental Industrial Hygienists (ACGIH/95-96) considered that Xylene does not correspond to a carcinogenic to humans, but it can cause eye and upper respiratory tract irritation, as well as have an effect on the central nervous system. The evaluation of the occupational exposure to Formaldehyde was done through the RKI Instruments, Inc., Model FP-30, whose range of detection varies between 0 – 0.4 ppm, with a time of detection of 30 minutes (1800 seconds). The evaluation of the occupational exposure to Xylene was done through Phocheck + and FirstCheck, which do the reading by detection as the photoionization format. This chamber is designed in a way so that the sample can travel through the window of an ultraviolet lightbulb, which emits particles of light, the photons, of high UV energy. For the group of displayed workers to Formaldehyde, it was acknowledged that in 52.9% of the evaluations the level of concentration of the chemical agent obtained in the air was over the maximum. According to the levels of reference of the NP 1796/2007 and ACGIH this amount should never be exceeded during any period of exposure. For the exposed workers to Xylene, levels above the limit of exposure were verified, having been reached a maximum peak of 329 ppm. The compilation of facts obtained, contribute to the characterization/quantification of the exposure of the workers of the Service of Pathological Anatomy of the HUC to Formaldehyde and Xylene. This analysis can provide an important contribution for the alteration of some practices of work and so that the responsible entities can modify / alter some aspects of the working environment, having as purpose the safeguard of the health of these professionals.
Description: Dissertação de mestrado em Medicina (Saúde Ocupacional), apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
URI: https://hdl.handle.net/10316/20131
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE FMUC.pdf5.41 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

2,213
checked on Feb 27, 2024

Download(s) 50

817
checked on Feb 27, 2024

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.