Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/19332
Title: Prevalência do "time loss injury" em jovens hoquistas do escalão etário 14-16 anos
Authors: Pereira, Gabriel Marques 
Orientador: Vaz, Vasco
Keywords: Hóquei em patins; Lesão--hóquei em patins; Jovens hoquistas
Issue Date: 2007
Abstract: Objectivo: O objectivo da nossa investigação tem como base o acompanhamento ao longo de uma época desportiva de hoquistas em percurso de alta competição, de idades compreendidas entre os 14-16 anos (sub.17), pertencentes à selecção nacional de juvenis, no sentido de sabermos qual o tipo de lesão que ocorre de forma mais frequentemente, a severidade da mesma comparando com o volume de treinos e jogos nesta faixa etária. Metodologia: A amostra é constituída por 30 hoquistas de elite do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 14-16 anos. O estudo decorreu durante oito meses, entre os meses de Setembro e Abril. Os atletas foram avaliados nas medidas antropométricas necessárias à determinação do somatótipo (Cárter & Heath, 1990). Complementarmente durante a época desportiva foram registados os números minutos de treinos, os números totais de treinos, os números de presenças a treinos, os números de jogos, o número de presença a jogos, o número de minutos jogados, o número de lesões e dias lesionado. Através destas variáveis foi calculado a incidência das lesões por 1000h de tempo de exposição, utilizando a fórmula de (Junge et al., 2004) e a classificação da severidade da lesão proposta por Fuller et al. (2006). Resultados: Do ponto de vista morfológico, os hoquistas do presente estudo apresentam-se como sendo ecto-mesomorfos. Num total foram registadas 14 lesões em 4331.4 h de prática desportiva durante os meses de Outubro a Abril, representando uma taxa de 3.23 lesões por 1000h de tempo de exposição. Neste mesmo estudo foi possível aferir que os treinos apresentavam uma taxa de 1.77 lesões por 1000h de tempo de exposição e os jogos uma taxa de 18.45 lesões. Em termos de severidade das lesões registadas, a maioria foram classificadas como sendo moderadas, verificando-se ainda que os avançados, são os hoquistas mais prejudicados em termos de lesões e aqueles que apresentam maior volume de treinos e jogos ao longo da época desportiva.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/19332
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
GabrielSeminári2006.2007 finalissimo.pdf543.21 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

179
checked on Sep 11, 2019

Download(s) 50

428
checked on Sep 11, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.