Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17744
Title: Vulnerabilidade e território: dinâmica da vulnerabilidade dos jovens do bairro Safende
Authors: Furtado, Leila Denise Monteiro 
Orientador: Albuquerque, Cristina
Keywords: Jovens; Bairro Safende, Cabo Verde; Estrutura de oportunidade; Activos; Vulnerabilidade social
Issue Date: 2011
Serial title, monograph or event: Vulnerabilidade e território: dinâmica da vulnerabilidade dos jovens do bairro Safende
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A presente investigação visa compreender a dinâmica da vulnerabilidade no contexto social cabo-verdiano, tendo como eixo de análise os jovens residentes no bairro Safende (periferia da cidade da Praia). De entre as leituras possíveis, defende-se a que concebe a vulnerabilidade como uma configuração particular negativa, resultante da intersecção das estruturas de oportunidade e dos activos dos indivíduos (Filgueira, 2001, p.10). Nesta lógica, a realidade do bairro Safende é caracterizada pelos recursos que possui e aqueles que lhe estão ausentes, onde se torna evidente a dicotomia centro e periferia nas suas dimensões geográficas e sociais. Ancorado num estudo de natureza qualitativa, este cenário é apresentado a partir do olhar dos jovens com idade compreendida entre os 16 e os 25 anos. Com este estudo foi possível identificar que a vivência no bairro Safende é percepcionada pelos jovens como potencializadora da dinâmica da vulnerabilidade pela insuficiência de oportunidades que atendam as suas necessidades educativas, de emprego e de lazer, que contribui para dificultar a apropriação das escassas oportunidades e consequentemente fragilizar ainda mais os seus activos. Ficou evidente o papel que as redes de proximidade assumem na minimização do impacto da vulnerabilidade.
This research aims to understand the dynamics of social vulnerability in the context of Cape Verde having as point of analysis the young residents in the neighborhood Safende (outskirts of the city of Praia). Among the possible readings, we argued the one that conceives vulnerability as a negative particular configuration, resulting from the intersection of opportunity structures and assets of individuals (Filgueira, 2001, p.10). In this logic the reality of the Safende neighborhood is characterized by the resources it has and those who are absent, where the dichotomy center periphery is evident in their geographical and social dimensions. Anchored in a qualitative study, this scenario is presented through the eyes of young people aged between 16 and 25 years. This study, we found that the experience in the Safende neighborhood is perceived by young people as an aggravator of the dynamics of vulnerability considering lack of opportunities that meet their educational needs, employment and leisure, which contributes to hinder the appropriation of scarce opportunities and thus further weaken their assets. Through this study it was evident the role that proximity networks assume in minimizing the impact of the vulnerability.
Description: Dissertação de mestrado em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação e à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/17744
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 20

489
checked on May 26, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.