Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17728
Title: O papel da identidade colectiva e das questões político-ideológicas no insucesso do processo de paz israelo-palestiano : uma abordagem psico-social
Authors: Vilela, Samuel João Caetano 
Orientador: Leitão, Augusto Rogério
Keywords: Identidade coletiva; Processo de paz; Violência; Reconciliação
Issue Date: 28-Oct-2011
Publisher: FEUC
Citation: Vilela, Samuel João Caetano - O papel da identidade colectiva e das questões político-ideológicas no insucesso do processo de paz israelo-palestiniano : uma abordagem psico-social. Coimbra, 2011
Abstract: Os conflitos internacionais marcam a história da humanidade há já muitos séculos e o conflito israelo-palestiniano, fundamentalmente pelo seu já longo historial, ocupa um lugar de destaque entre os conflitos, que apresentam um grau mais elevado de complexidade. Considerando esta complexidade, a análise e compreensão de todos os factores que contribuem para o perpetuar deste conflito, não pode ser um exercício simplista que não atente a toda a história e historial de violência por detrás do conflito e à forma como, ao longo dos últimos séculos e, particularmente nas últimas décadas, se foi construindo e solidificando a identidade colectiva dos dois principais intervenientes: judeus e árabes-palestinianos. Um quadro teórico construtivista permite uma análise à evolução do processo de coconstrução das identidades colectivas, israelita e palestiniana, evidenciando as várias interacções entre ambas como determinantes para a sua formação e consolidação. Estas identidades, assim como as diferenças político-ideológicas adjacentes, que interna e externamente separam israelitas e palestinianos e israelitas de palestinianos ao estarem na base da continuidade do conflito representam em simultâneo a solução para este. No entanto, um processo negocial que aborde o conflito partindo da sua dimensão psico-social implica um processo de transformação do relacionamento entre as partes numa relação positiva. Esta metodologia não foi devidamente aplicada e, não obstante, este conflito apresenta uma variável agravante: a propensão para negociar nem sempre significa vontade em atingir um acordo e implementá-lo. Palavras-chave: identidade colectiva, processo de paz, violência, reconciliação
Description: Dissertação de mestrado em Ciência Política e Relações Internacionais (Paz e Resolução de Conflitos), apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra sob a orientação de Augusto Rogério Leitão.
URI: http://hdl.handle.net/10316/17728
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
O papel da identidade colectiva.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

308
checked on Oct 14, 2019

Download(s) 50

182
checked on Oct 14, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.