Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17591
Title: Análise de parâmetros bioquímicos em esforço de nado aeróbio e anaeróbio : a resposta da IgA, testosterona e cortisol salivares
Authors: Matos, Nuno Filipe Machado de 
Orientador: Rama, Luís
Teixeira, Ana
Keywords: Sistema imunitário; Nadadores; Bioquímica
Issue Date: 2004
Abstract: O presente estudo teve como objectivo avaliar a resposta da IgA, Testosterona e Cortisol salivares, a um protocolo de nado aeróbio - 4x400, e outro anaeróbio - 3x(4x50). A amostra foi constituída por 12 nadadores de nível competitivo nacional, com uma média de idades de 181,31 anos, habituados a um volume de treino semanal de 2711,06 quilómetros, e com 6,831,27 anos de competição. Os indivíduos participaram em 2 protocolos experimentais, com dois dias de intervalo. Foram recolhidas duas amostras de saliva em cada um dos momentos de avaliação, a primeira recolha antes do aquecimento e a segunda 15´ após o término do teste. Foram recolhidas micro-amostras sanguíneas para determinação do lactato, registadas as frequências cardíacas e percepção de esforço segundo a escala de Borg Cr.10. A ansiedade foi avaliada cerca de uma hora antes da realização de cada teste, com o STAI de Spielberger. A análise estatística foi realizada através do teste t (Paired Samples) e Coeficiente de Correlação de Pearson, estabelecendo um nível de significância de 0,05 para ambos os testes. Verificou-se em ambas as séries de nado, um aumento significativo (p 0.05) da concentração da imunoglobulina A salivar (cerca de 122% na série anaeróbia contra 54% na série aeróbia). A taxa de secreção da IgA, aumentou significativamente (56,6%, com p 0.05) na série anaeróbia. A testosterona salivar aumentou significativamente cerca de 33%, apenas na série aeróbia (p 0.05). Para o cortisol salivar observaram-se aumentos muito significativos de 57,8%, no final da série anaeróbia (p 0.05). O ratio testosterona/cortisol (RTC) aumenta significativamente após a série aeróbia (p 0.05), diminuindo significativamente depois do protocolo anaeróbio (p 0.01). Os resultados permitem concluir que o exercício em si, principalmente o anaeróbio, como resposta aguda, parece levar a uma estimulação do sistema imunitário, proporcionando aos atletas uma melhoria das defesas contra infecções do tracto respiratório superior. O nado aeróbio pode eventualmente ser adequado para períodos de recuperação de esforços intensos ou competições. Sugere-se ainda que, após aumentos significativos do Cortisol salivar e diminuições do RTC, a importância dada à recuperação seja levada em consideração.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/17591
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Capa.pdf58.86 kBAdobe PDFView/Open
Índice.pdf78.15 kBAdobe PDFView/Open
Índice Figs, Tabel, Gráfs e Anexos.pdf102.6 kBAdobe PDFView/Open
I. Introdução.pdf10.43 kBAdobe PDFView/Open
II. Revisão de Literatura.pdf472.98 kBAdobe PDFView/Open
III. Metodologia.pdf228.75 kBAdobe PDFView/Open
IV. Apresentação e Discussão dos Resultados.pdf312.45 kBAdobe PDFView/Open
V. Conclusão.pdf23.84 kBAdobe PDFView/Open
VI. Bibliografia.pdf164.52 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

321
checked on Jul 28, 2020

Download(s) 1

7,853
checked on Jul 28, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.