Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17515
Title: Estatuto maturacional dado pela percentagem de estatura adulta predita, estado de crescimento e aptidão desportivo-motora em futebolistas infantis
Authors: Nunes, Vanessa Alexandrina Prata Domingos 
Orientador: Figueiredo, António José Barata
Keywords: Habilidade motora; Maturação; Futebol
Issue Date: 2004
Keywords: Habilidade motora; Maturação; Futebol
Issue Date: 2004
Abstract: Objectivo: O presente estudo pretende verificar a associação entre a percentagem de estatura predita alcançada e a pilosidade púbica, assim como identificar a associação entre aquele indicador maturacional e variáveis antropométricas, de performance e habilidades motoras. Metodologia: Foram observados 62 futebolistas de 11 anos de idade pertencentes ao 1º ano do escalão de Infantis que disputam o Campeonato Distrital da categoria. Para o estabelecimento da correlação entre a estatura alcançada e o estatuto maturacional foram observados 87 futebolistas, incluindo os Infantis pertencentes ao 2º ano do mesmo escalão. Dos futebolistas foram retirados os seguintes dados: i) características antropométricas (estatura, altura sentado, massa corporal, 4 diâmetros, 2 perímetros e 4 pregas de gordura subcutânea); ii) testes de desempenho motor (10x5m, SE, SCM, 7 sprints, yo-yo e PACER); iii) testes de habilidades motoras manipulativas específicas do futebol (Toques com o pé, M-test, Passe à parede e Remate). Os dados foram tratados pelo programa SPSS 11.5, recorrendo-se à apresentação da estatística descritiva das variáveis, com a apresentação da média e do desvio padrão, enquanto que as associações entre os dados foram estabelecidas através da correlação produto-momento de Pearson. Conclusões: i) os infantis de 1º ano alcançaram 83% da estatura predita pela média parental; ii) a estatura predita alcançada apresenta uma correlação positiva e significativa com todas as variáveis antropométricas e com a estatura dos progenitores; iii) a percentagem de estatura alcançada influencia positivamente, de forma não significativa, as provas de desempenho motor; iv) todas as provas de habilidades motoras com excepção do Passe à Parede e o M-test parecem ser influenciadas positivamente, de forma não significativa, pela estatura alcançada; v) a estatura dos progenitores parece influenciar as performances dos descendentes; vi) existe uma associação positiva entre o estádio maturacional (dado pela pilosidade púbica) e a percentagem de estatura alcançada.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física
URI: http://hdl.handle.net/10316/17515
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Capa_Mono_Vanessa.pdf9.37 kBAdobe PDFView/Open
Monografia_Vanessa.pdf831.21 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

246
checked on Aug 21, 2019

Download(s) 5

2,786
checked on Aug 21, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.