Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/16152
Title: Determinações na procura do turismo desportivo: O caso da descida dos Três Castelos
Authors: Santos, Maria Miguel Melo Azevedo 
Orientador: Marivoet, Salomé
Keywords: Recreação; Lazer; Estilos de vida; Turismo desportivo
Issue Date: 2005
Abstract: Este estudo tem como objectivo analisar as motivações que levam à procura do turismo desportivo, tentando perceber de que forma essa procura está relacionada com o estatuto social, económico e cultural dos participantes e com a sua idade e sexo. Com base nos contributos dos autores consultados, foi definida a problemática e elaborado o nosso objecto de estudo. Foram levantadas hipóteses de trabalho e procedeu-se à elaboração e aplicação de um inquérito por questionário a 110 indivíduos, 70 homens e 40 mulheres, numa actividade de turismo desportivo denominada “Descida dos Três Castelos”, que constitui o nosso universo de estudo. Após a análise da informação obtida nos inquéritos sociográficos, e posterior tratamento em SPSS, concluímos que a amostra em análise revela uma maior participação no evento de indivíduos pertencentes a grupos sociais com capital cultural e económico mais elevados, independentemente do sexo e da idade, e que estes grupos comportam alguma distinção no que concerne às suas práticas de lazer. Concluímos também, que, maioritariamente, os participantes da nossa amostra valorizam a cultura físico-desportiva nas suas vertentes de condição física, imagem corporal e prestígio social. No entanto, proporcionalmente, verificámos que são os participantes mais novos a valorizar mais a condição física, mas apenas os masculinos. Assim, não são as gerações mais novas que proporcionalmente valorizam mais a cultura físico-desportiva na sua condição física, como tínhamos inicialmente previsto. Apenas no caso do prestígio social, a valorização da cultura físico-desportiva, é mais importante para as gerações mais novas, independentemente do sexo, tal como tínhamos considerado. Já no caso da imagem corporal, os dados revelam serem as gerações mais velhas, independentemente do sexo, a valorizarem mais a imagem corporal, contrariando neste aspecto a nossa hipótese. Por último, verificámos que a maioria dos participantes desempenha funções com grande responsabilidade técnica e de decisão, revelando por isso necessidade de combater o stress profissional através do corte com a rotina, tal como tínhamos inicialmente pressuposto, tendo assim confirmado na sua maioria as hipóteses inicialmente formuladas.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/16152
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
capa.pdf90.59 kBAdobe PDFView/Open
índice, agradecimentos e resumo.pdf161.82 kBAdobe PDFView/Open
Projecto.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

150
checked on Jul 16, 2019

Download(s) 5

3,190
checked on Jul 16, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.