Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/1582
Title: Antropologia funerária e paleobiologia das populações portuguesas (litorais) do neolitico final/calcolitico.
Authors: Silva, Ana Maria Gama da 
Orientador: Cunha, Eugénia
Crubézy, Eric
Keywords: Antropologia Biológica; Antropologia
Issue Date: 30-Sep-2002
Abstract: O objectivo da presente investigação foi aprofundar o conhecimento existente sobre as comunidades humanas que viveram no território português no Neolítico final e Calcolítico (entre ± 4700 BP e 3900 BP). As sete séries osteológicas seleccionadas, foram exumadas dos principais tipos de monumentos funerários (dólmen, gruta natural, gruta artificial e tholos) utilizados durante este período como locais de enterramento colectivo. Representam 927 indivíduos (615 adultos e 312 não adultos). No âmbito da Antropologia funerária destaca-se a importância do método da pesagem dos diferentes tipos de ossos no estudo da representatividade óssea, que permite uma interpretação mais precisa dos gestos funerários ocorridos no interior do túmulo, incluíndo do tipo de inumação. A abordagem paleodemográfica revelou para todas as séries uma sub-representatividade de indivíduos com menos de 5 anos, não permitindo, no entanto, excluir de se tratarem de populações naturais. Na análise morfológica destacam-se duas particularidades que devem ter tido implicações importantes na mobilidade da articulação coxo femoral destes indivíduos pré-históricos: o baixo ângulo do colo femoral e a posição da cabeça femoral relativamente ao grande trocânter. Se o primeiro foi interpretado como sendo consequência de um grande esforço físico exercido sobre a articulação da anca durante a infância, para o segundo foi proposto como possível diagnóstico, uma displasia do crescimento ósseo de origem genética (hipocondroplasia). Na documentação das doenças (detectáveis nos ossos) que afectaram estas comunidades pré-históricas sobressai a baixa incidência dos principais tipos pesquisados: oral, infecciosa, traumática e degenerativa. Contudo, três patologias raras foram pela primeira vez descritas: uma perfuração por uma ponta de seta; uma fusão calcâneo-navicular não óssea e vários casos de osteochondritis dissecans. Por fim, investigou-se as afinidades genéticas entre as diferentes séries, recorrendo aos caracteres não métricos dentários, não tendo sido detectadas diferenças significativas.
The aim of this research work was to deepen the current knowledge about the human communities that lived in the Portuguese territory in the late Neolithic/Chalcolithic (± 4700 BP and 3900 BP). The seven osteological series selected for this work were exhumed from the main types of funerary monuments (dolmen, natural or artificial caves and tholoi) used as collective burial places during the late Neolithic/Chalcolithic. They are a total of 927 individuals (615 adults and 312 non-adults). In the scope of the funerary Anthropology it is relevant the demonstration of the usefulness of the method of weighting the different kinds of bones in the study of the bone representativity, which allows a more accurate interpretation of the funerary gestures that occurred into the tomb, and thus of the kind of inhumation. The demographic approach showed for all the series a generalized under-representativity of individuals under the age of five. However, the results don’t permit to exclude that they represent natural populations. In the morphological analysis two details are distinguished which must have had important influence in the mobility of the hip joint of these pre-historic individuals: the low angle of the femoral neck and the position of the femoral head towards the greater trochanter. The former was interpreted as being a consequence of a heavy physical effort upon the hip joint during childhood, as for the latter, we suggest a bone growth dysplasia from genetic cause as a possible diagnosis (hypochondroplasia). In the documentation of the diseases (detectable in the bones), which affected these pre-historic communities, it is much more noticed the low incidence of the main types of investigated pathologies: oral, infectious, traumatic and degenerative. However, some specific real cases deserve a special reference, because they are not only rare, but also the first cases that are described for Portuguese pre-historic series: a wound made by an arrowhead, non-osteocid calcaneus-navicular fusion and several cases of Osteochondritis dissecans. Finally, the genetic affinities between the different series were investigated using the non-metric dental traits. Although no significant differences had been detected.
URI: http://hdl.handle.net/10316/1582
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:I&D CIAS - Teses de Doutoramento
FCTUC Ciências da Vida - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

459
checked on Dec 4, 2019

Download(s)

93
checked on Dec 4, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.