Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/15477
Title: Estudos sócio-antropológicos do jogo e do desporto: evolução das práticas corporais de luta presentes nos jogos olímpicos
Authors: Ferreira, Rodrigo Alexandre Marques 
Orientador: Araújo, Paulo Coêlho de
Jaqueira, Ana Rosa Fachardo
Keywords: Antropologia do desporto; Jogos; Jogos olímpicos; Práticas corporais; Luta
Issue Date: 2005
Keywords: Antropologia do desporto; Jogos; Jogos olímpicos; Práticas corporais; Luta
Issue Date: 2005
Abstract: O presente estudo tem por objectivo caracterizar as práticas corporais de luta inseridas no contexto Olímpico, bem como analisar o grau de influência que os Jogos Olímpicos tiveram na evolução das mesmas. Foi realizado um levantamento bibliográfico de cada uma das modalidades, assim como das suas principais características (regras, sistema de pontuação, equipamento, área de combate e processos de qualificação para a participação nos Jogos Olímpicos). A fim de se analisar o objecto de estudo definido, e com base na contribuição dos autores consultados, levantámos algumas perguntas consideradas pertinentes para o caso, e procedemos à realização de uma entrevista semi-directiva a 23 indivíduos relacionados com as diferentes modalidades. Analisados os resultados das entrevistas semi-directivas chegámos à conclusão que as modalidades em causa sofreram uma evolução, e que os Jogos Olímpicos tiveram grande importância na mesma, condicionando-as em diversos aspectos (segurança dos atletas, mediatismo, novos materiais, novas metodologias de treino, etc...). Verificámos ainda que segundo a opinião dos nossos inquiridos que as Olimpíadas vieram condicionar todo o processo de treino destas modalidades, havendo um constante processo de actualização por parte de treinadores e atletas. Quisemos ainda averiguar se os nossos inquiridos, enquanto atletas, tinham recebido qualquer tipo de informação relativamente ao percurso evolutivo da modalidade que praticavam, como resultado podemos considerar que as modalidades orientais realizam em grande escala esse processo de passagem de informação, ao contrário das modalidades ditas ocidentais. Por outro lado tornou-se pertinente saber se os treinadores de hoje acham essa informação importante e se a passam aos seus atletas, como resposta verificou-se que uma elevada percentagem dos inquiridos consideram importante a transmissão dessa informação, no entanto, carecem de falta de tempo para a sua realização. Relativamente ao grau de conhecimento dos intervenientes nas diferentes modalidades, e no que diz respeito aos processos de qualificação para os Jogos Olímpicos chegamos à conclusão que este é muito baixo.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/15477
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Show full item record

Page view(s) 50

415
checked on Aug 21, 2019

Download(s) 5

2,004
checked on Aug 21, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.