Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/15463
Title: Determinação da composição corporal em jogadores de futebol de 13 anos de idade: validação da equação de Slaugther e colaboradores
Authors: Oliveira, António José Ribeiro 
Orientador: Figueiredo, António José Barata
Silva, Manuel João Coelho e
Keywords: Composição corporal--jovens futebolistas; Futebol; Índice de massa corporal; Bioimpedância--antropometria
Issue Date: 2010
Abstract: O presente estudo teve como objectivo desenvolver equações antropométricas de estimação da percentagem de massa gorda (%MG) em jovens futebolistas, do sexo masculino, com 13 anos de idade. Para alcançar o objectivo foi necessário construir uma equação antropométrica adoptando as pregas usadas no estudo de Slaughter e col. (1988), cruzar os valores obtidos pela equação de Slaughter e col. (1988) com os valores da equação construída e com os valores fornecidos pela bioimpedância como medida critério. Pretendeu-se ainda estudar a associação entre a medida de composição corporal e o desempenho funcional. A amostra foi constituída por 16 atletas de futebol, do sexo masculino (idade, 13,4 ± 0,4 anos; massa corporal, 48,4 ± 8,0 Kg ; estatura, 1,59 ± 9,0 m ; %MG, 21,0 ± 4,2) pertencentes a dois clubes que competem no Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Coimbra. Foram medidas 7 pregas adiposas (tricipital, bicipital, crural, geminal medial, subescapular, suprailíaca e abdominal), com um adipómetro “Lange” Skinfold Caliper. A %MG foi estimada por bioimpedância e o desempenho funcional avaliado através de dois testes (PACER e Sit-ups). Os resultados mostram que ao recorrer-se à percentagem de massa gorda determinada por bioimpedância, como variável dependente e às pregas de adiposidade como variável independente, é possível determinar uma equação com base no somatório das pregas tricipital e subescapular (ΣTricSub foi: %MG = 0,298 . (ΣTricSub) – 0,002 . (ΣTricSub)² + 14,114) e outra com base no somatório das pregas tricipital e geminal medial (ΣTricGlm foi: %MG = 0,281 . (ΣTricGlm) + 14,112) . Graças ao presente estudo foi possível tirar as seguintes conclusões: a prática desportiva influencia a composição corporal; as pregas tricipital e geminal medial estão entre as que mais se associam à percentagem de massa gorda total medida por bioimpedância; as equações elaboradas por Slaughter e col. (1988) apresentam uma correlação moderada com o resultado calculado por bioimpedância; a construção de novas equações baseadas nos mesmos pressupostos (pregas) das equações de Slaughter e col. (1988) não aumentam a correlação com a medida critério (bioimpedância) e a Resumo III quantidade de Massa Gorda está inversamente relacionada com o desempenho funcional. Palavras-chave: Composição corporal, percentagem de massa gorda, pregas adiposas, bioimpedância, desempenho funcional.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens (Ciências do Desporto), apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/15463
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação - António Oliveira.pdf424.71 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

317
checked on Dec 2, 2019

Download(s) 50

461
checked on Dec 2, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.