Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13344
Title: Estudo Comparativo de Prevalência de Sobrepeso e Obesidade em Crianças Pré-Pubertárias, Adaptando Valores de Corte de Diferentes Metodologias
Authors: Guimarães, Joaquim António Cardoso Teixeira 
Orientador: Silva, Manuel João Coelho e
Keywords: Sedentarismo; Obesidade; Obesidade infantil
Issue Date: 2006
Abstract: A obesidade infantil constitui hoje uma das questões mais prementes no domínio da saúde pública. O trabalho que agora se apresenta parte de uma análise aos relatórios produzidos por Carvalho e Silva (2005), Magalhães (2006) e Machado (2006), nos concelhos de Oliveira do Hospital, Celorico de Basto e Cantanhede, respectivamente. Pretende-se com este trabalho analisar e discutir as variações associadas ao género e às metodologias de classificação do estatuto nutricional, bem como confrontar as prevalências de sobrepeso e obesidade dos três concelhos com os dados produzidos por uma amostra nacional (Padez et al., 2004). A amostra do presente trabalho é constituída por 2641 sujeitos com idades compreendidas entre os 6.0 e os 9.9 anos de idade. Os dados obtidos não corroboram na totalidade com os de Padez et al. (2004), na medida em que se registaram prevalências de sobrepeso e obesidade substancialmente inferiores para os concelhos de Celorico de Basto e Cantanhede Devido a estes resultados e à existência de lacunas na metodologia, subsistem dúvidas quanto à representatividade da amostra para a população portuguesa. No que toca às diferenças associadas ao género verificou-se uma tendência para as raparigas apresentarem prevalências superiores de sobrepeso mais obesidade. Uma vez que estas diferenças não são explicadas por fenómenos biológicos, suspeitamos que essa variação se deva aos diferentes valores de corte entre rapazes e raparigas para as diferentes metodologias. A disparidade de resultados verificada entre as várias metodologias na prevalência de sobrepeso mais obesidade devem-se às diferentes populações de referência de cada estudo, diferentes datas de recolha de dados, locais de origem e desenho metodológico. Uma vez que as populações que serviram de base à construção destas metodologias possuem características diferentes das da população portuguesa, crê-se que estas não sejam adequadas à população portuguesa.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física
URI: http://hdl.handle.net/10316/13344
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Índice geral.pdf33.92 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

61
checked on Dec 10, 2019

Download(s)

41
checked on Dec 10, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.