Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/111503
Title: Efeitos do exercício e suplementação antioxidante no idoso
Other Titles: Effects of exercise and antioxidant supplementation in older adults
Authors: Gouveia, Pedro Galvão
Orientador: Esperto, Hélder Filipe da Cunha
Santos, Lélita Conceição
Keywords: Idosos; Antioxidantes; Envelhecimento; Exercício Físico; Stress Oxidativo; Elderly; Antioxidants; Aging; Physical exercise; Oxidative stress
Issue Date: 12-Jun-2023
Serial title, monograph or event: Efeitos do exercício e suplementação antioxidante no idoso
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: O envelhecimento é marcado pela perda progressiva de função dos órgãos e tecidos. A teoria do stress oxidativo afirma que o envelhecimento está associado a uma diminuição na capacidade de limitar e reparar o dano oxidativo, devido ao facto de as perdas funcionais serem resultado da acumulação de danos causados pelas espécies reativas de oxigénio em todo o tipo de estruturas celulares. A prática de exercício físico está também associada à produção de espécies reativas de oxigénio através da contração muscular. Assim, tanto o envelhecimento como o exercício físico aumentam os níveis de espécies reativas de oxigénio. No entanto, para além de aumentar os níveis de radicais livres, está também associado à produção de novas mitocôndrias, o que, a longo prazo, tem efeito antioxidante e é fulcral na regeneração muscular. Os antioxidantes são substâncias que visam retardar os efeitos dos radicais livres. Estes podem ser agrupados em exógenos e endógenos, sendo que os exógenos são, por exemplo a vitamina C, vitamina E, polifenóis, carotenoides. Relativamente aos endógenos fazem parte as proteínas plasmáticas, o ácido úrico e as enzimas superóxido dismutase, catalase e glutatião peroxidase. Portanto, estes são conhecidos por prevenir o desencadeamento dos mecanismos lesivos. Em suma, o principal objetivo do trabalho é sistematizar a relação entre os efeitos do exercício físico, suplementação antioxidante e o envelhecimento, de modo a implementar uma melhoria na capacidade funcional e bem-estar, incrementando a longevidade.
Aging is marked by the progressive loss of function of organs and tissues. The theory of oxidative stress asserts that aging is associated with a decrease in the capacity to limit and repair oxidative damage, as functional losses result from the accumulation of damage caused by reactive oxygen species in all types of cellular structures. The practice of physical exercise is also associated with the increase in the production of reactive oxygen species through muscle contraction. Therefore, both physical exercise and aging increase the levels of reactive oxygen species. However, in addition to increasing levels of free radicals, physical exercise is also associated with the production of new mitochondria, which has long-term antioxidant effects and is crucial in muscle regeneration. Antioxidants are substances that aim to slow down the effects of free radicals. These can be classified as exogenous and endogenous, where exogenous substances include vitamin C, vitamin E, polyphenols, and carotenoids, among others. Endogenous substances include plasma proteins, uric acid, and the enzymes superoxide dismutase, catalase, and glutathione peroxidase. Therefore, these substances are known to prevent the triggering of harmful mechanisms. In summary, the main objective of this review is to systematize the relationship between the effects of physical exercise, antioxidant supplementation, and aging, for the purpose of improving functional capacity and well-being, thereby increasing longevity.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: https://hdl.handle.net/10316/111503
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat
TFPG.pdf186.16 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

16
checked on Apr 10, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons