Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/111141
Title: Poor sleep, not getting enough sleep and neuroticism as potential risk factors for anxiety and depression symptoms
Other Titles: Dormir mal, não dormir o suficiente e neuroticismo como potenciais fatores de risco para sintomas de ansiedade e depressão
Authors: Faia, Filipa Isabel Tavares
Orientador: Pires, Luís Miguel da Silva
Keywords: symptoms of depression; symptoms of anxiety; sleep; personality traits; sintomas de depressão; sintomas de ansiedade; sleep; personality traits
Issue Date: 26-Oct-2023
Serial title, monograph or event: Poor sleep, not getting enough sleep and neuroticism as potential risk factors for anxiety and depression symptoms
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Introduction/Objectives: Depression and anxiety are the most common mental disorders. Sleep problems are one of the symptoms existing in these disorders. Also, sleep disorders have characteristics in common with depression and anxiety. Personality is also related to depression and anxiety since people with high levels of Neurotiscism are more likely to have depression and anxiety. While people with high levels of Extraversion and Conscientiousness seem more protected from these disorders. Therefore, this study aims to understand the association between sleep, personality traits, and symptoms of depression and anxiety when controlling other variables.Method: Two hundred and nineteen participants between 18 and 71 years of age (M = 34.8; DP = 13.41) from the Portuguese community responded to an online protocol on Google Forms with assessment instruments (BaSIQS, GDS-15, GAI e NEO-FFI-20) and a sociodemographic and clinical questionnaire. Results: Descriptive and correlation analyses were performed, followed by linear hierarchical multiple regression analyses. We can observe that Neuroticism, Extraversion, and the perception of sufficient sleep are potentially good predictors of depression symptoms. We also observed that Neuroticism, sleep quality, and academic qualifications are the variables that seem to predict better symptoms of anxiety.Discussion: Our results agree with studies that report associations between sleep, personality, and symptomatology. The quality and quantity of sleep seem to be particularly important and can be considered a target for therapy in anxiety and depression disorders cases.
Introdução/Objetivos: A depressão e a ansiedade são das perturbações mentais mais comuns. Um dos sintomas presentes nestas perturbações são os problemas de sono. Também as perturbações do sono têm características em comum com a depressão e ansiedade. A personalidade também está relacionada com a depressão e ansiedade, visto que as pessoas com elevados níveis de Neuroticismo são mais propensas a ter depressão e ansiedade. Enquanto pessoas com níveis elevados de Extroversão e Conscienciosidade parecem estar mais protegidas em relação a estas perturbações. Assim os objetivos deste estudo passam por perceber a relação entre o sono, traços de personalidade e os sintomas de depressão e ansiedade. Em particular, foi estudado se a qualidade e quantidade de sono podem ser importantes preditores dos sintomas de depressão e ansiedade quando controlamos outras variáveis.Método: Duzentos e dezanove participantes entre os 18 e os 71 anos (M = 34.8; DP = 13.41), pertencentes à comunidade Portuguesa, responderam a um protocolo online, através do Google Forms, com instrumentos de avaliação (BaSIQS, GDS-15, GAI e NEO-FFI-20), e um questionário sociodemográfico e clinico.Resultados: Foram realizadas análises descritivas e de correlação, seguidas de análises de regressão múltipla hierárquica linear. Nestas análises podemos observar que o Neuroticismo, a Extroversão e a perceção de sono suficiente são potenciais bons preditores de sintomas de depressão. Também observamos que o Neuroticismo, a qualidade do sono e as qualificações académicas são as variáveis que melhor parecem predizer os sintomas de ansiedade.Conclusão: Os nossos resultados estão de acordo com estudos que afirmam existirem associações entre o sono, a personalidade e a sintomatologia. A qualidade e quantidade de sono parecem ser particularmente importantes e poderão ser um alvo potencial de terapia em casos de perturbações de ansiedade e depressão.
Description: Dissertação de Mestrado em Neuropsicologia Clínica: Avaliação e Reabilitação apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: https://hdl.handle.net/10316/111141
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat Login
Dissertacao Mestrado C___________Filipa Faia.pdf1.05 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

75
checked on Apr 17, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons