Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/11068
Title: Zarathustra nos trópicos. O texto como espiral de repetição em Nietzsche e Robert Müller
Authors: Martins, Catarina 
Issue Date: Jul-2009
Publisher: Centro de Estudos Sociais
Citation: Oficina do CES. 326 (2009)
Abstract: A influência de Nietzsche sobre os escritores do Fin-de-Siècle e da chamada “década expressionista” é reconhecida consensualmente pela crítica. Porém, a apreciação da mesma resume-se ao parâmetro do vitalismo, devido a estudos já dos anos 70, bem como, em grande parte, a Assim falou Zarathustra. Contudo, o papel tutelar de Nietzsche sobre o Modernismo de expressão alemã excede em muito, quer Zarathustra, quer a dimensão metafísica da sua filosofia. Neste artigo procurarei demonstrar como a obra do vienense Robert Müller (1887-1924) é um exemplo paradigmático desta influência. Trópicos. O Mito da Viagem. Testemunhos de um Engenheiro Alemão (1915) é um romance ensaístico que bebe directamente não só da filosofia nietzschiana, como da respectiva metodologia reflexiva e discursiva e concepção textual, as quais devem ser perspectivadas sob o signo do ensaísmo
URI: http://hdl.handle.net/10316/11068
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Estudos Germanísticos - Vários
FEUC- Vários
I&D CES - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Zarathustra nos trópicos.pdf317.01 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

338
checked on Jun 11, 2019

Download(s)

55
checked on Jun 11, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.