Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/110273
Title: Avaliação de fatores que afetam a regeneração de microenxertos de Prunus dulcis (Mill.) D. A. Webb
Other Titles: Evaluation of factors affecting the regeneration of Prunus dulcis (Mill) D. A. Webb micrografts
Authors: Paiva, Hugo André Caniceiro
Orientador: Canhoto, Jorge Manuel Pataca Leal
Correia, Sandra Isabel Marques
Keywords: Enraizamento; Genes de resposta a auxinas; Microenxertia; Micropropagação; Regeneração; Auxin-responsive genes; Micrografting; Micropropagation; Regeneration; Rooting
Issue Date: 22-Sep-2023
Serial title, monograph or event: Avaliação de fatores que afetam a regeneração de microenxertos de Prunus dulcis (Mill.) D. A. Webb
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: A amendoeira (Prunus dulcis (Mill.) D. A. Webb) é uma espécie frutífera altamente cultivada em todo o mundo, devido aos seus frutos terem alto valor comercial e nutritivo bastante elevado. A sua produção tem vindo a aumentar cada vez mais levando à procura de variedades mais resistentes e de melhor qualidade por parte dos produtores de amêndoa. Neste intuito a micropropagação de plantas pode ser utilizada para obter um grande número de plantas de qualidade e livres de doenças num curto espaço de tempo. Neste trabalho foi realizado um ensaio de micropropagação e de enraizamento de duas variedades de amendoeira (Ferraduel e Rabo de Zorra) de modo a tentar aperfeiçoar estes processos. A multiplicação in vitro foi realizada com sucesso para ambas as variedades. Apesar do esforço, o enraizamento in vitro ou ex vitro e a aclimatização não foram conseguidos. Uma das principais formas de propagação da amendoeira é através da enxertia, uma técnica usada para promover adaptação das plantas e aumentar a produção e a qualidade dos frutos, no entanto, os mecanismos moleculares relativos ao sucesso deste processo permanecem, em grande parte, desconhecidos, estando a ser analisados. A microenxertia pode ser utilizada para desenvolver um processo de enxertia otimizado, em condições controladas, bem como para estudar os diferentes fatores envolvidos no sucesso da enxertia. Assim, o principal objetivo deste trabalho consistiu em estudar diversos fatores moleculares envolvidos na regeneração de tecidos em microenxertias de amendoeira. Para atingir este objetivo foram definidas diferentes combinações de microenxertias com as duas variedades disponíveis e com um porta-enxerto comercial (GF677). As microenxertias realizadas apresentaram elevadas taxas de sucesso.Foi realizada a quantificação da expressão de genes descritos na resposta ao ferimento e às auxinas em microenxertias (ALF4, TIR1 e IAA26), e os resultados obtidos indicaram um uma possível influência destes no sucesso das microenxertias.
The almond tree (Prunus dulcis (Mill.) D. A. Webb) is a fruit species highly cultivated all over the world, due to its fruits having a high commercial and nutritional value. Its production has been increasing significantly, leading to a demand by almond producers for more resistant and better quality varieties. For this purpose, micropropagation can be used to obtain a large number of high-quality and disease-free plants in a short period.In this work, a micropropagation and rooting trial of two almond tree varieties (Ferraduel and Rabo de Zorra) was carried out in order to try to improve these processes. In vitro multiplication was successfully achieved for both varieties. Although, despite the efforts, in vitro or ex vitro rooting and acclimatization were not achieved.One of the main ways of propagating almond trees is through grafting, a technique used to promote plant adaptation and increase production and fruit quality, however, the molecular mechanisms related to the success of this process remain largely unknown, being analysed. Micrografting can be used to develop an optimized grafting process in controlled conditions, as well as to study the different factors involved in grafting success. Thus, the main objective of this work was to study several molecular factors involved in tissue regeneration in almond tree micrografts. To achieve this objective, different combinations of micrograftings were defined, using two varieties available as scions and a commercial rootstock (GF677). The different micrografts tested exhibited high success rates.The quantification of the expression of genes described in the response to injury and auxins in micrografting (ALF4, TIR1 and IAA26) indicated a possible influence of these on the success of micrografting.
Description: Dissertação de Mestrado em Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: https://hdl.handle.net/10316/110273
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Show full item record

Page view(s)

19
checked on May 22, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons