Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/110132
Title: Estudo do impacto do programa Stress Less: Relaxation Enhancement Group na ansiedade, bem-estar subjetivo e atenção plena de veteranos de guerra
Other Titles: Study of the impact of the Stress Less: Relaxation Enhancement Group program on anxiety, subjective well-being and full attention of war veterans
Authors: Santos, Ana Claudia Silva
Orientador: Lima, Margarida Maria Batista Mendes Pedroso
Keywords: war veterans; relaxation; anxiety; subjective well-being; mindfulness; veteranos de guerra; relaxamento; ansiedade; bem-estar subjetivo; atenção plena
Issue Date: 26-Oct-2023
Serial title, monograph or event: Estudo do impacto do programa Stress Less: Relaxation Enhancement Group na ansiedade, bem-estar subjetivo e atenção plena de veteranos de guerra
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Relaxation induces a feeling of peace and comfort and the absence of tension in body and mind. Thus, the state of relaxation produces reduced neurological excitement, a feeling of being physically rested and relaxed, and positive emotions. Relaxation is based on diaphragmatic breathing, which can change the sympathetic dominance to parasympathetic, resorting to slow and deep breathing which, in conjunction with cardiorespiratory synchronization, lead to a homeostatic increase in cell membrane potentials and a generalized decrease in the intrinsic excitability of step markers, such as the heart and amygdala, which results in the physiological inhibition of negative emotions. In addition to the advantages already mentioned, relaxation techniques are readily available and have no undesirable side effects, a factor especially important when it comes to physically more vulnerable individuals, as is the case with many older adults. In this regard, this study uses a stress reduction program called Stress Less: Relaxation Enhancement Group, designed specifically for war veterans and consisting of four weekly sessions, scheduled for about 50 minutes, once a week, totalling four weeks of intervention. This program uses techniques such as deep breathing, progressive muscle relaxation, self-guided imagination and grounding. The aim is to study the impact of this program on the anxiety, subjective well-being and full attention of war veterans. For this study, 12 participants, veterans of war and residents in the areas of Coimbra and Aveiro, were distributed into two groups: the control group, which did not receive the intervention, and the experimental group, that went through the operation, that is, the application of the Stress Less: Relaxation Enhancement Group program. To better understand the results, the portuguese versions of five measures were applied, such as the Hamilton Anxiety Rating Scale (Hamilton, 1969, portuguese version of Santos, 2021), the Satisfaction With Life Scale (Diener et al., 1985, portuguese version of Simões, 1992), the Mindful Attention and Awareness Scale (Brown & Ryan, 2003, portuguese version of Gregório & Pinto-Gouveia, 2013), the Meaning in Life Questionnaire (Steger et al., 2006, portuguese version of Simões et al. 2010) and the Positive and Negative Affect Schedule (Watson et al, 1988, portuguese version of Simões, 1993), both in the pre-test condition (before the intervention) and in the post-intervention condition. The analysis of the data was carried out using descriptive and inferential statistics and using the non-parametric version of Mann-Whitney (Wilcoxon Signed Rank Test). What we can see was a significant increase in subjective well-being and full-fledged attention in most participants and a decrease, which was not statistically significant, but was still quite satisfactory, in the levels of anxiety in half of the participants.
O relaxamento induz uma sensação de paz e conforto e a ausência de tensão no corpo e na mente. Assim, o estado de relaxamento produz uma excitação neurológica reduzida, uma sensação de estar fisicamente descansado e relaxado, e emoções positivas. O relaxamento tem como base a respiração diafragmática, que é capaz de alterar a dominância simpática para dominância parassimpática, recorrendo a respirações lentas e profundas, que em conjunto com a sincronização cardiorrespiratória, levam ao aumento homeostático nos potenciais de membrana celular e a uma diminuição generalizada da excitabilidade intrínseca de marca-passos, como o coração e a amígdala, que resulta na inibição fisiológica de emoções negativas. Além das vantagens já mencionadas, as técnicas de relaxamento estão prontamente disponíveis e não apresentam efeitos colaterais indesejáveis, um fator especialmente importante quando se trata de indivíduos fisicamente mais vulneráveis, como é o caso de muitos adultos mais velhos. Neste sentido, este estudo recorre à utilização de um programa de redução de stress, denominado Stress Less: Relaxation Enhancement Group, desenhado especificamente para veteranos de guerra e constituído por quatro sessões semanais, planeadas para cerca de 50 minutos, uma vez por semana, totalizando quatro semanas de intervenção. Este programa utiliza técnicas como a respiração profunda, o relaxamento muscular progressivo, a imaginação autoguiada e o grounding. O objetivo é estudar o impacto deste programa na ansiedade, bem-estar subjetivo e atenção plena de veteranos de guerra. Para este estudo, 12 participantes, veteranos de guerra e residentes nas zonas de Coimbra e Aveiro, foram distribuídos por dois grupos: o grupo de controlo, que não recebeu a intervenção, e o grupo experimental, que passou pela intervenção, ou seja, pela aplicação do programa Stress Less: Relaxation Enhancement Group. Para melhor compreender os resultados, foram aplicadas as versões portuguesas de cinco medidas, sendo elas a Escala de Avaliação de Ansiedade de Hamilton (Hamilton, 1969, versão portuguesa de Santos, 2021), a Escala de Satisfação com a Vida (Diener et al., 1985, versão portuguesa de Simões, 1992), a Escala de Atenção e Consciência Plena (Brown & Ryan, 2003, versão portuguesa de Gregório & Pinto-Gouveia, 2013), o Questionário do Sentido da Vida (Steger et al., 2006, versão portuguesa de Simões et al., 2010) e a Escala de Afetos Positivos e Negativos (Watson et al., 1988, versão portuguesa de Simões, 1993), tanto na condição de pré-teste (antes da intervenção), como na condição pós-intervenção. A análise dos dados foi realizada recorrendo a estatística descritiva e inferencial e utilizando a versão não-paramétrica de Mann-Whitney (Teste de Wilcoxon). O que podemos constatar foi um aumento significativo do bem-estar subjetivo e da atenção plena na maioria dos participantes e uma diminuição, que estatisticamente não foi significativa, mas ainda assim foram resultados bastante satisfatórios, dos níveis de ansiedade em metade dos participantes.
Description: Dissertação de Mestrado em Neuropsicologia Clínica: Avaliação e Reabilitação apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: https://hdl.handle.net/10316/110132
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat
Tese 30.09.pdf7.05 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

50
checked on May 15, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons