Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/110021
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Maria do Céu Colaço-
dc.contributor.authorManaia, Carolina Sofia Fonseca-
dc.date.accessioned2023-11-13T23:00:32Z-
dc.date.available2023-11-13T23:00:32Z-
dc.date.issued2023-09-19-
dc.date.submitted2023-11-13-
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10316/110021-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Administração Público-Privada apresentada à Faculdade de Direito-
dc.description.abstractSustainability and conscious consumption practices are a recurring and urgent issue to implement. The need to act is increasingly pressing, and tolerance for environmental degradation and climate change is dwindling. It remains for us to act within our competences and to take responsibility for what is within our reach. In this sense, the Public Administration also has a weight and an impact on the way it understands and implements these issues. For the accomplishment of this work a questionnaire was applied in a Faculty of Public Administration, in order to understand how the conscious consumption is rooted in the practices/behaviors of the students, who will be future professionals in the area.The search for a sustainable life and practices in favor of the environment is increasingly disseminated in everything that surrounds us, whether through social networks, television ads or any other means of communication. Today, changing behaviors is something much deeper and more complex than simply being tempted to consume organic products on an occasional basis. From pressure from intergovernmental organizations, to government proposals or even through a simple advertisement, in order to improve the coexistence between human life and nature, this contribution is essential for the dissemination and dissemination of the importance of sustainable habits. The purpose of this work falls on two objectives: the first is to understand how the world is awake to this problem, and although issues such as global warming or the reduction of plastic production are increasingly investigated and addressed, it seems to us of interest to present some of the various proposals/initiatives developed and implemented by organizations of worldwide recognition, directed to climate action and the preservation of the environment. The second objective of the study is related to the practical part of the investigation, which falls on the analysis of data from a questionnaire answered by students of the Faculty of Law of the University of Coimbra, on conscious consumption practices. Conscious Consumption is the reflection of a set of behaviors that seeks to mitigate climate change and, consecutively, promote environmental preservation. In this line of thought it is assumed that individuals who apply this type of behavior in their day-to-day, including in an academic context, will also apply these same practices in future professional contexts. It is known that the area of Advocacy and Public Administration are professional aspects associated with practices or tasks that are still very bureaucratized, which can become a challenge in the implementation of less procedural and more ecological practices. For this reason, I believe that the solution to a possible change in the behavioral paradigm can be based on the structure and training of these future professionals,We believe that studying the predisposition and the tendency that future professionals in the area have for this theme seems essential to understand the success of a more ecological and sustainable world.The theme of sustainability, more specifically the behaviors in favor of conscious consumption, has been a regular theme in our lives in recent years: thinking before buying, prioritizing what we really need and not consuming only on impulse are some of the basic "rules" that have been instilled in us in order to better our ecological footprint.Research into how the world is changing has proven that climate change and the many harms it causes is a human responsibility, demonstrating the urgent need to take drastic action to combat waste, given the ever-increasing scarcity of resources around the world.It is in this sense that the present work sought to understand what factors influence the practice of conscious consumption behaviors. Throughout the investigation it was possible to confirm that factors such as conscientiousness, sustainable values and the pro-environmental psychological climate positively influence the individual to adopt conscious consumption behaviors.We believe that the greatest contribution of this work is to affirm that values such as conscientiousness, sustainable values and the pro-environmental psychological climate are preponderant for the training of professionals in the area of Public Administration and Advocacy, more focused and awake to the importance of environmentally friendly behaviors and labor practices.eng
dc.description.abstractA sustentabilidade e as práticas de consumo consciente são assunto recorrente e urgente de implementar. A necessidade de atuar é cada vez mais premente, e a tolerância à degradação ambiental e às alterações climáticas é cada vez menor. Resta-nos agir dentro das nossas competências e responsabilizarmo-nos por aquilo que está ao nosso alcance. Neste sentido, também a Administração Pública tem um peso e um impacto na forma como entende e implementa estas questões. Para a realização deste trabalho foi aplicado um questionário numa Faculdade de Administração Pública, com a finalidade de compreender de que forma está o consumo consciente enraizado nas práticas/comportamentos dos estudantes, que serão futuramente profissionais na área.A procura por uma vida sustentável e práticas em prol do ambiente está cada vez mais disseminada em tudo o que nos rodeia, seja através das redes sociais, de anúncios televisivos ou qualquer outro meio de comunicação. Hoje, alterar comportamentos é algo muito mais profundo e complexo do que simplesmente sentir-se tentado a consumir produtos biológicos de forma ocasional. Desde a pressão das organizações intergovernamentais, às propostas governativas ou até mesmo através de um simples anúncio publicitário, no sentido de melhorar a coexistência entre a vida humana e a natureza, esta contribuição é essencial para a disseminação e divulgação da importância de hábitos sustentáveis. O propósito do presente trabalho recai em dois objetivos: o primeiro compreender de que forma está o mundo desperto para esta problemática, e apesar de questões como o aquecimento global ou a redução de produção de plástico serem temáticas cada vez mais investigadas e abordadas, parece-nos de interesse apresentar algumas das várias propostas/iniciativas desenvolvidas e implementadas por Organizações de reconhecimento mundial, direcionadas para a ação climática e para a preservação do meio ambiente. O segundo objetivo do estudo prende-se com a parte prática da investigação, que recai na análise de dados de um questionário respondido por alunos da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, sobre práticas de consumo consciente. O Consumo Consciente é o reflexo de um conjunto de comportamentos que, procura atenuar as alterações climáticas e, consecutivamente, promover a preservação ambiental. Nesta linha de pensamento pressupõem-se que, indivíduos que apliquem este tipo de comportamentos no seu dia-a-dia, inclusive em contexto académico, aplicarão igualmente essas mesmas práticas em futuros contextos profissionais. Sabe-se que a área da Advocacia e da Administração Pública são vertentes profissionais associadas a práticas ou tarefas ainda muito burocratizadas, o que se pode tornar um desafio na implementação de práticas menos processuais e mais ecológicas. Por esta razão, acredito que a solução para uma possível alteração do paradigma comportamental possa assentar na estrutura e na formação destes futuros profissionais,Acreditamos que, estudar a predisposição e a tendência que futuros profissionais na área têm por esta temática parece essencial para compreender o sucesso de um mundo mais ecológico e sustentável.O tema da sustentabilidade, mais concretamente os comportamentos em prol do consumo consciente, tem sido temática regular nas nossas vidas nos últimos anos: pensar antes de comprar, priorizar o que realmente precisamos e não consumir apenas por impulso são algumas das “regras” básicas que nos têm sido incutidas de forma a melhor a nossa pegada ecológica.A investigação sobre como o mundo está a mudar tem comprovado que, as alterações climáticas e os muitos danos que causam são responsabilidade humana, demonstrando a urgente necessidade de adotar medidas drásticas no combate ao desperdício, dada a escassez cada vez maior de recursos em todo o mundo.É neste sentido que, o presente trabalho procurou entender que fatores influenciam a prática de comportamentos de consumo consciente. Ao longo da investigação foi possível confirmar que fatores como a conscienciosidade, os valores sustentáveis e o clima psicológico pró-ambiental influenciam positivamente o indivíduo a adotar comportamentos de consumo consciente.Acreditamos que o maior contributo deste trabalho é afirmar que valores como a conscienciosidade, os valores sustentáveis e o clima psicológico pró-ambiental são preponderantes para a formação de profissionais na área da Administração Pública e Advocacia, mais focados e despertos para a importância de comportamentos e práticas laborais amigas do ambiente.por
dc.language.isopor-
dc.rightsopenAccess-
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/-
dc.subjectSustentabilidadepor
dc.subjectConscienciosidadepor
dc.subjectValores Sustentáveispor
dc.subjectClima Psicológico Pró-Ambientalpor
dc.subjectSustainabilityeng
dc.subjectConscientiousnesseng
dc.subjectSustainable Valueseng
dc.subjectEnvironmental Psychological Climateeng
dc.titleConsumo Consciente: Um Estudo sobre Comportamentos Sustentáveispor
dc.title.alternativeConscious Consumption: A Study about Sustainable Behaviorseng
dc.typemasterThesis-
degois.publication.locationUniversidade de Coimbra - Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra-
degois.publication.titleConsumo Consciente: Um Estudo sobre Comportamentos Sustentáveispor
dc.peerreviewedyes-
dc.identifier.tid203384334-
thesis.degree.disciplineAdministração-
thesis.degree.grantorUniversidade de Coimbra-
thesis.degree.level1-
thesis.degree.nameMestrado em Administração Público-Privada-
uc.degree.grantorUnitFaculdade de Direito-
uc.degree.grantorID0500-
uc.contributor.authorManaia, Carolina Sofia Fonseca::0009-0002-8236-0546-
uc.degree.classification17-
uc.degree.presidentejuriAlmeida, João José Nogueira-
uc.degree.elementojuriMartins, Fernando Licínio Lopes-
uc.degree.elementojuriSantos, Maria do Céu Colaço-
uc.contributor.advisorSantos, Maria do Céu Colaço-
item.cerifentitytypePublications-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.openairecristypehttp://purl.org/coar/resource_type/c_18cf-
item.openairetypemasterThesis-
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File SizeFormat
Carolina Manaia - Tese.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s)

52
checked on May 22, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons