Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/10684
Title: Níveis de Actividade Física e Aptidão Física na População Adulta Portuguesa na Região Centro (Distritos de Coimbra, Leiria, Viseu e Castelo Branco)
Authors: Ramos, Rui Alexandre Cardoso 
Orientador: Ferreira, José Pedro Leitão
Gomes, António Carlos
Keywords: População adulta; Qualidade de vida; Aptidão física; Estilos de vida; Adultos
Issue Date: 2008
Abstract: Objectivo do estudo: averiguar os níveis de actividade física e de aptidão física da população portuguesa adulta (20 a 64 anos) na região Centro. O presente estudo baseou-se numa amostra de cento e nove (N=109) participantes equitativamente distribuídos pelos Distritos de Coimbra, Leiria, Viseu e Castelo Branco, dos quais 62 são do género masculino e 48 do feminino. A amostra é constituída apenas por adultos com idades que variam entre os 20 e os 64 anos. A média de idades é de 32,8 anos (Sd= ±9,4). A classe modal situa-se no intervalo 20 a 29 anos (42,2%). Os instrumentos de avaliação utilizados foram um questionário de informação pessoal (IDP) e uma bateria de testes (IDP) composta por: teste de flexibilidade; teste de força do membro superior, teste de força e resistência abdominal e o teste de predição do VO2máximo. As principais conclusões foram que a amostra é constituída maioritariamente por sujeitos sem hábitos de prática de actividades físicas, sem problemas de saúde, apesar de metade ter hábitos tabágicos. Os resultados do teste de flexibilidade para ambos os géneros estão abaixo dos valores considerados normais pelas tabelas de referência e o nível de aptidão física do género masculino é superior ao do género feminino relativamente às qualidades físicas da força e resistência muscular abdominal, força dos membros superiores e capacidade aeróbia. Para a faixa etária 20 a 39 anos o desempenho dos sujeitos nos testes não é significativamente diferente nos quatro distritos, tal como entre os indivíduos fumadores e os não fumadores. Os valores de VO2máximo para ambos os géneros indicam uma boa aptidão aeróbia. Os valores de IMC para a maior parte da amostra são considerados normais, sendo de realçar que os indivíduos com valores na categoria de IMC excesso de peso são predominantemente do género masculino.
Description: Disponível em suporte de papel na Biblioteca da FCDEF-UC
URI: http://hdl.handle.net/10316/10684
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Ficheiro Temporário.pdf22.97 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

94
checked on Apr 1, 2020

Download(s)

41
checked on Apr 1, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.