Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/10635
Title: Competências Mentais e Ansiedade Competitiva em Atletas de Basquetebol
Authors: Santos, Ricardo Jorge Freitas dos 
Orientador: Ferreira, José Pedro Leitão
Gaspar, Pedro Miguel Pereira
Keywords: Psicologia do desporto; Ansiedade competitiva; Basquetebol; Treino; Populações especiais
Issue Date: 2008
Keywords: Psicologia do desporto; Ansiedade competitiva; Basquetebol; Treino; Populações especiais
Issue Date: 2008
Abstract: No presente estudo definimos como objectivo principal conhecer as competências mentais, a ansiedade competitiva e a orientação dos objectivos entre jogadores de basquetebol em cadeira de rodas e jogadores de Basquetebol. Analisámos a influência da idade, dos anos de experiência, número e tempo de sessões de treino, número de jogos por ano, tipo de modalidade e se alinham na equipa inicial em mais de 50% dos jogos relativamente às competências mentais, à ansiedade e à orientação para os objectivos. A amostra foi constituída por 50 atletas (49 do género masculino e 1 do género feminino) com uma média de 30 anos de idade (M= 30.16, Dp= 10.79) que representavam 3 clubes do campeonato nacional da divisão A de Basquetebol em cadeira de rodas e 3 equipas do campeonato nacional da Proliga de Basquetebol. Para a realização do estudo foram utilizados dois conjuntos de instrumentos. Um conjunto de questionários foi aplicado antes ou depois de uma sessão de treino (Dados Demográficos, SAS-2; ACSI-28, TEOSQ) e o outro conjunto foi aplicado até uma hora antes da competição (CSAI-2rd). Para realizar o tratamento dos dados, utilizámos procedimentos e análises estatísticas através do programa informático “Statistical Package for Social Sciences” – SPSS para o Windows, versão 15.0. Os resultados do estudo indicam que as competências mentais com valores mais elevados são a treinabilidade e a confiança e motivação para a realização enquanto que a formulação de objectivos e preparação mental e a ausência de preocupações são as competências mentais com valores mais baixos. Relativamente ao traço de ansiedade pré-competitiva, os resultados demonstram que os atletas se preocupam com a reocupação enquanto que, no estado de ansiedade competitiva a auto-confiança impera. Verifica-se também que os atletas são mais orientados para a tarefa do que para o ego. O estudo evidencia a existência de correlações entre variáveis mentais sendo que, é para o traço de ansiedade que existe maior número de correlações significativas. Existe também correlações significativas entre variáveis mentais e variáveis independentes principalmente com a idade, com os anos de experiência dos atletas e com o tempo de treino.
URI: http://hdl.handle.net/10316/10635
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Competências mentais e ansiedade competitiva em atletas de Basquetebol.pdf524.55 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

248
checked on Aug 20, 2019

Download(s) 50

236
checked on Aug 20, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.