Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/104253
Title: Escala de Autoavaliação da Puberdade (EAP)- versão portuguesa: dados psicométricos e normativos numa amostra alargada de (pré)adolescentes
Other Titles: Portuguese version of the Self-Rating Scale for Pubertal Development (SSPD): Psychometric and normative data in a large sample of (pre)adolescents
Authors: Moreira, Ana Sofia Colaço de Oliveira
Orientador: Gomes, Ana Cardoso Allen
Pires, Luís Miguel da Silva
Keywords: EAP; caracterização psicométrica; estádios de desenvolvimento pubertário; normas; adolescência,; EAP; puberty stages of development; psychometric properties; norms; adolescence
Issue Date: 14-Oct-2022
Serial title, monograph or event: Escala de Autoavaliação da Puberdade (EAP)- versão portuguesa: dados psicométricos e normativos numa amostra alargada de (pré)adolescentes
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: A adolescência é uma etapa do desenvolvimento humano caracterizada por alterações a diferentes níveis. Tanner (1981) propõe diversos fatores que contribuem para o desenvolvimento dos jovens e salienta as diferenças dos ritmos de desenvolvimento de cada um. Foi nosso principal objetivo analisar as propriedades psicométricas da EAP (fiabilidade e validade) e delinear normas, numa amostra alargada de adolescentes portugueses. Começámos por recolher 1036 participantes (594 raparigas; 12 aos 20 anos de idade; 7º ao 12º ano de escolaridade) Perante a homogeneidade de desenvolvimento pubertário encontrada nesta faixa etária (particularmente nas raparigas), foram incluídos dados de participantes mais novos, originando uma amostra compósita (n = 2109; 1148 raparigas; 9 aos 20 anos de idade; 4º ao 12º ano de escolaridade). A escala apresentou uma consistência interna adequada para raparigas (α = .79, ω = .82) e boa para rapazes (α = .84, ω = .85). Dado o tamanho reduzido da escala, foram calculados também outros indicadores de consistência interna, os quais, no geral, aliados à estabilidade temporal da escala, revelaram uma boa fiabilidade da EAP. A partir da amostra compósita foi confirmada uma estrutura interna unidimensional para a EAP e foram propostas normas. Foi possível observar diferenças entre o ritmo de desenvolvimento das raparigas e rapazes com a mesma idade, verificando-se que a maioria das raparigas (43.0%) se encontra no estádio puberdade final, com a maioria dos rapazes (29.8%) no estádio puberdade intermédia. A partir destes dados sugerimos a pertinência e utilidade clínica da EAP, particularmente para uma melhor compreensão da psicopatologia associada ao desenvolvimento precoce ou tardio da puberdade nos adolescentes.
Adolescence is a period of human development, characterized by changes at different levels. Tanner (1981) proposes several factors which contribute to youth development and highlights different stages and rates of pubertal development. Our main goal was to analyze the psychometric properties of the EAP (reliability and validity) in a large sample of Portuguese adolescents, and to delineate norms. An initial sample of 1036participants was collected (594 girls ages ranging from 12 to 20 years old; from the 7th to 12th grade. Given the homogeneity of pubertal development found in this age group (particularly in girls), data from younger participants were included, originating a composite sample (n = 2109; 1148 girls; 9 to 20 years of age; 4th to 12th grade). The scale showed satisfactory internal consistency (α = .79, ω = .82) for girls and good for boys (α = .84, ω = .85). Given the small size of the scale, other indicators of internal consistency were also calculated, which overall, and together with the temporal stability of the scale, revealed good reliability of the EAP. From the composite sample, a unidimensional internal structure was confirmed for the EAP and norms were proposed. It was possible to observe differences between the rate of development when comparing girls and boys of the same age. Most girls (43.0%) were in the late puberty stage and most boys (29.8%) were in the intermediate puberty stage. Based on these data, we suggest both the relevance and the clinical utility of the EAP, particularly for a better comprehension of psychopathology linked to early or late pubertal development.
Description: Dissertação de Mestrado em Intervenções Cognitivo-Comportamentais em Psicologia Clínica e da Saúde apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/104253
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação de Mestrado_ EAP_versão portuguesa alargada_FINAL.pdf1.08 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

36
checked on Sep 18, 2023

Download(s)

1
checked on Sep 18, 2023

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons