Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/103107
Title: Lesões traumáticas cranianas: caracterização de um conjunto de calotes do séc. XX
Other Titles: Traumatic cranial injuries: characterization of a 20th century calottes set
Authors: Henriques, Madalena Monteiro
Orientador: Cunha, Eugénia Maria Guedes Pinto Antunes da
Ferreira, Maria Teresa dos Santos
Keywords: traumatismos ósseos; lesões traumáticas; mecanismo de morte; calotes cranianas; bone trauma; traumatic injuries; mechanism of death; skullcaps
Issue Date: 16-Sep-2022
Serial title, monograph or event: Lesões traumáticas cranianas: caracterização de um conjunto de calotes do séc. XX
Place of publication or event: Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
Abstract: The analysis and interpretation of traumatic injuries to bones are convenient tools of forensic knowledge, as they partake in estimating the mechanism, cause, and medico-legal circumstance of death. Studying osteological collections is advantageous both for documenting/identifying osteological remains and teaching material. It should be recurring research material. A forensic anthropologist's work must be combined with other experts, such as the forensic pathologist. This master's thesis aims to characterize a set of twenty-four cranial calottes from the former Institutes of Forensic Medicine of Coimbra and Porto regarding the traumatic injuries observed. A detailed description was conceived, with the type, location, and size of traumatic injuries, as well as individualizing factors and taphonomic changes in the calottes. Accompanying this description is a photographic catalogue of each lesion discovered, and photographs were taken at various angles for each calotte so that each one can be visually distinguished. It was possible to investigate all the lesions in each calotte macroscopically, giving the most accurate description possible for each one. Although, it is impossible to estimate the mechanism, cause, and circumstance of death with absolute certainty, since, with the lack of the remaining skeleton, insufficient information is available.The determined objectives were fulfilled by developing a concrete and not very subjective study. Nevertheless, the main complications of studying traumatic injuries from the cranial caps were also perceived and highlighted. Despite being very useful osteological material, a study of the traumatic events that occurred in those individuals will never be fully reliable. For a comprehensive and more reliable analysis, one must take into account all the skeletal remains that together provide more and better information about the mechanism, cause, and circumstance of the death of an individual.
A análise e interpretação de lesões traumáticas nos ossos são ferramentas de conhecimento forense extremamente útil, na medida em que participam na estimativa do mecanismo, causa e circunstância médico-legal de uma morte. O estudo através de coleções osteológicas é vantajoso quer para documentação e identificação dos restos osteológicos como para material de ensino e deve ser material de investigação frequente. O trabalho de um antropólogo forense deve estar sempre aliado ao trabalho de outros peritos, como é o caso do médico patologista forense. O objetivo desta dissertação de mestrado é caracterizar um conjunto de vinte e quatro calotes cranianas provenientes dos antigos Institutos de Medicina Legal de Coimbra e do Porto a nível das lesões traumáticas observadas. Desenvolveu-se uma descrição detalhada, com o tipo, localização e dimensão de lesões traumáticas, bem como fatores individualizantes e alterações tafonómicas presentes nas calotes. A acompanhar esta descrição encontra-se um catálogo fotográfico de cada lesão encontrada, sendo que foram registadas fotografias em diversos ângulos para cada calote, de modo que se possa distinguir visualmente cada uma destas. Foi possível analisar a nível macroscópico todas as lesões presentes em cada calote e descreveu-se o mais minuciosamente possível cada uma delas. Contudo, não é possível estimar o mecanismo, causa e circunstância da morte com certeza absoluta, visto que, com a falta do restante esqueleto, não se possui informações suficientes.Desenvolveu-se um estudo concreto e pouco subjetivo, cumprindo-se os objetivos definidos. Porém, também se percebeu e realçou as principais dificuldades do estudo de lesões traumáticas somente a partir das calotes cranianas. Apesar de ser material osteológico bastante útil, nunca será totalmente fiável um estudo a nível dos eventos traumáticos ocorridos no referente indivíduo. Para uma análise total e mais fiável, deve-se ter em conta todos os restos esqueléticos que, juntos, propiciam mais e melhores informações acerca do mecanismo, causa e circunstância da morte de um indivíduo.
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia Forense apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: https://hdl.handle.net/10316/103107
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
Show full item record

Page view(s)

53
checked on May 21, 2024

Download(s)

110
checked on May 21, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons