Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/99716
Title: O sítio romano da Póvoa do Mileu (Guarda) - povoamento, estruturas e materiais arqueológicos de uma pequena ciuitas localizada nos confins ocidentais do império romano
Authors: Pereira, Vítor Manuel Fernandes
Orientador: Mantas, Vasco Gil da Cruz Soares
Issue Date: 2012
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O sítio arqueológico em estudo na presente dissertação, contíguo ao adro da famosa capela românica da Senhora do Mileu, nos arredores da cidade da Guarda, foi descoberto acidentalmente em 1951 durantas as obras de construção de uma estrada. A importância dos achados fez com que os primeiros trabalhos de escavação, de preservação e estudo do sítio coubessem a Bairrão Oleiro, um nome grande da História da Arqueologia Portuguesa. Nas páginas que se seguem procuraremos conhecer as principais características das comunidades que habitavam o Planalto Guarda-Sabugal em período romano e compreender a forma como se terá processado a respectiva Romanização. Pensamos que este território corresponderia a uma pequena ciuitas no limite Norte da Província da Lusitânia, a ciuitas dos lancienses transcudani, cuja capital pode ter sido proporcionada pelo assentamento urbano do sítio do Mileu. A nossa abordagem da Romanização do Mileu e da região do Planalto Guarda- Sabugal incidiu em duas vertentes principais: o estudo do povoamento do território, definindo a área que pertenceria a esta ciuitas e criando um modelo, hipotético, que nos permitisse identificar e estabelecer a relação entre os diversos habitats detectados; o estudo dos resultados já conhecidos e em particular os resultantes dos últimos dez anos de escavações arqueológicas. Neste sentido, abordámos sucessivamente as estruturas construídas e os materiais recolhidos no sítio romano da Póvoa do Mileu. Assim, propôs-se a identificação e a análise das estruturas e edifícios já descobertos, com particular incidência nos do complexo termal, dada a sua singularidade no contexto da Romanização da região das Beiras, quer pela sua própria presença num território tão periférico, quer pela sua monumentalidade quer até pelo seu relativo bom estado de conservação. Por outro lado, estudaram-se os respectivos materiais arqueológicos, com particular incidência nos que foram recolhidos nas escavações arqueológicas desde 2000 a 2008. Consideraram-se quer os materiais importados, por vezes de terras longínquas, como a terra sigillata, a cerâmica de paredes finas ou as lucernas, quer os que foram produzidos localmente. Tendo por base o estudo dos materiais arqueológicos importados concluímos pela integração - cremos que relativamente intensa - do território do Planalto, e pela do Mileu em particular, nas rotas comerciais que cruzavam a Península Ibérica. Os padrões de consumo das comunidades residentes no território permitem a resposta a questões como a do seu grau de aculturação, a dos seus produtos preferidos, ou a das relações comerciais entre as populações do Mileu e as de outras áreas do Império. A articulação dos dados conhecidos sobre o território do Planalto Guarda-Sabugal e em particular sobre o sítio do Mileu ajudam-nos a conhecer e a compreender melhor a forma como se terá processado a Romanização deste vasto território do interior Norte da Lusitânia e, sobretudo, a reforçar fortemente a hipótese de o sítio do Mileu ter correspondido ao centro político-administrativo de uma ciuitas.
The archaeological site under study in this dissertation, churchyard adjacent to the famous Românique chapel of Our Lady of Mileu, the outskirts of the city of Guarda, was accidentally discovered in 1951 during the construction of a road. The importance of the findings led to the first excavation, preservation and study of the site would fit the Bairrão Oleiro, a big name in the history of Portuguese Archaeology. In the pages that follow we seek to know the main characteristics of the communities that inhabited the Planalto Guarda-Sabugal in the Roman period and understand how they have processed their Romanization. We think this territory would correspond to a small ciuitas in the northern limit of the province of Lusitania, the ciuitas of lancienses transcudani, whose capital may have been provided by the urban settlement of Mileu. Our approach to the Mileu romanization and of the Planalto Guarda-Sabugal focused in two main areas: the study of the settlement of the territory, defining the area that belong to this ciuitas and creating a model, hypothetical, enabling us to identify and establish the relationship between different habitats detected; the study of the known results and in particular those resulting from the last ten years of archaeological excavations. In this sense, we dealt successively built structures and materials collected at the Roman site of Póvoa do Mileu. Thus, we proposed the identification and analysis of structures and buildings discovered, with a particular focus on the thermal complex, given its uniqueness in the context of Romanization of the region of Beiras, either because of their presence in a peripheral territory, either by their monumentality or even by its relatively good condition. Moreover, we investigated their archaeological materials, with particular emphasis on which they were collected in the archaeological excavations from 2000 to 2008. We considered whether the imported materials, sometimes from far land, such as terra sigillata, a ceramic de paredes finas or lucernas, or those produced locally. Based on the study of archaeological materials imported we conclude the integration - we believe that relatively intense – of the territory of the Planalto, and the Mileu particularly in trade routes that crossed the Iberian Peninsula. Consumption patterns of communities residing in the territory allow response to issues such as their degree of acculturation, those of their favorite products, or commercial relations between the peoples of Mileu and other areas of the Empire. The articulation of the known data on the territory of the Planalto Guarda-Sabugal and in particular on the site of Mileu help us to know and understand the way as the romanization took place in this vast territory of north of Lusitania, and especially the strongly reinforce the hypothesis that the site of Mileu have corresponded to the political and administrative center of a ciuitas.
Description: Tese de Doutoramento em História, especialidade de Arqueologia, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/99716
Rights: openAccess
Appears in Collections:FLUC Secção de Arqueologia - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat
vol 1.pdf3.37 MBAdobe PDFView/Open
vol 2.pdf92.99 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

32
checked on Sep 17, 2022

Download(s)

53
checked on Sep 17, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.